João Pereira vence Taça da Europa de Triatlo na Quarteira/Melanie Santos é oitava

0
130

Vanessa Fernandes acaba em 13º lugar no regresso à provas internacionais

Quarteira acolhe este fim de semana, as provas da Taça da Europa e da Taça de Portugal de triatlo, com 750 atletas de 31 países.

João Pereira venceu hoje a prova masculina, depois de se ter isolado nos últimos quilómetros na prova de atletismo. João Pereira saiu dos 1.500 metros da natação em 14.º lugar, mas colou-se rapidamente no primeiro pelotão do ciclismo, dominado pelo britânico Gordon Benson, que atacou a meio dos 20 quilómetros.

Saindo no terceiro lugar na transição para o atletismo, João Pereira, chegou-se rapidamente à frente, na companhia do francês Dorian Coninx. Os dois mantiveram-se juntos nas primeiras três voltas dos 10 quilómetros de corrida.

Nos últimos dois quilómetros, João Pereira desferiu um forte ataque, que deixou o francês sem resposta, chegando isolado à meta. O português terminou em 01h48m44s, sendo assim o primeiro português a vencer na Taça da Europa da Quarteira. Em segundo lugar, ficou o espanhol Uxio Abiun Ares a seis segundos, que ainda conseguiu ultrapassar Coninx em um segundo.

“Senti que estoirei antes da meta, mas deu para gerir a vantagem e desfrutar da vitória. O Coninx deu luta, mas é um atleta de referência. Primeiro do que tudo, foi um grande espetáculo de triatlo. Estou contente por termos mostrado o verdadeiro triatlo a este público e estou satisfeito por ter conseguido uma vitória em ‘casa’ Quanto mais intensa e difícil é a vitória, melhor sabe”, afirmou João Pereira.

Miguel Arraiolos foi o segundo melhor português, no nono lugar, com 01h50m17s. Seguiram-se, entre os portugueses, Pedro Gaspar em 16º, João Ferreira em 23º, André Dias em 35º, Gil Maia em 42º, Luís Lopes em 50º, Miguel Fortunato em 56º e Diogo Nóbrega em 60º.

Melanie Santos, a melhor portuguesa

foto-triatloNa prova de Elites Femininos, Melanie Santos foi a melhor portuguesa. Ela saiu da natação no primeiro lugar e esteve no pelotão da frente no ciclismo, mas acabou por ceder no atletismo, terminando em oitavo lugar, com 2h02m31s.
“Fiz uma natação mais forte do que esperava e depois arrisquei na primeira fase da bicicleta, em que só eu e outra triatleta trabalhávamos. Acabei por pagar a fatura na corrida, onde não me senti como esperava. Mas fiquei satisfeita”, afirmou a triatleta portuguesa.

Vanessa Fernandes foi 13ª no seu regresso às provas internacionais de triatlo, após uma ausência de seis anos. “Não sabia qual seria a minha reação. Tive de ser tranquila, pensar em mim e nos objetivos futuros. Isto foi um treino. Terminar esta prova não era fácil e estou emocionada por ter concluído novamente um triatlo olímpico”, disse Vanessa.
Vanessa saiu em 27º lugar nos 1.500 metros da natação e integrou o segundo pelotão no setor de ciclismo, na distância de 20 quilómetros. No terceiro segmento, no atletismo na distância de 10 km, Vanessa conseguiu recuperar 19 posições entre o 32º lugar na transição e o 13º lugar final, com um tempo de 2h05m31s, a 5m24s minutos da vencedora, a inglesa Sophie Coldwell.
“Na natação não estava fácil e depois tive de gerir bastante na bicicleta. (…) As transições foram horríveis, mas sei bem o que tenho de trabalhar. As coisas difíceis só se ultrapassam com superação”, realçou Vanessa Fernandes.
Vanessa deixou “um agradecimento do tamanho do universo inteiro” aos adeptos portugueses que a apoiaram ao longo do percurso: “Estas pessoas quiseram levar-me até ao fim hoje. O público foi maravilhoso”.
Competiram ainda mais quatro portuguesas: Andreia Ferrum foi 19ª, Liliana Alexandre, 27ª, Helena Carvalho, 31ª e Ana Ramos, 34ª.

A Taça da Europa de Quarteira prossegue no domingo, com as provas de juniores femininos (08h45m) e juniores masculinos (10h00), na qual Vasco Vilaça vai procurar repetir o triunfo do ano passado.

 

 

Deixar Resposta