Maratona de Teerão encerrou mulheres no estádio sem homens

0
259

Organização impediu homens e mulheres de correrem juntos!

Centenas de pessoas, incluindo dezenas de estrangeiros, participaram na passada semana na primeira edição da Maratona de Teerão. Mas as mulheres que quiseram correr a prova, tiveram que contentar-se em correr 10 km dentro do estádio.

“Desde o principio, que não estava contemplado que a competição fosse mista”, declarou o ministro dos Desportos, Masud Soltanifar, citado pela imprensa iraniana.

“Inscrevi-me mas retirei-me. Recuperei os meus 500.000 rials (15 dólares) da inscrição porque estava dececionada pela alteração”, declarou Nasim, uma arquiteta de 34 anos.

“Não sou corredora profissional mas queria participar nesta primeira maratona com as minhas amigas. Pensava que a prova era mista mas depois vi que nos separavam, as mulheres não estavam autorizadas a correr nas ruas, apenas dentro do grande estádio Azadi”, acrescentou. “Já não é uma maratona”.

“Estou dececionada por não poder fazer os 42 km, treinei-me para isso. Estou dececionada mas o meu marido vai correr a maratona e eu vou animá-lo”, declarou a francesa Cécile Maceron, chegada à capital iraniana para correr a maratona com o seu marido.

Pela sua parte, Shima, de 29 anos, acrescentou que a separação de homens e mulheres não era “inesperada”.

No Irão, o desporto feminino e o masculino estão separados e as mulheres não estão autorizadas a ir aos estádios, especialmente durante os jogos de futebol.

Apesar desta grande deceção, varias dezenas de estrangeiros oriundos de cerca de 40 países, especialmente franceses e holandeses, participaram na maratona, ganha pelo iraniano Mohamad Jafar Moradi.

Deixar Resposta