Suspeitas de doping em 28 russos dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi

0
2278

Na sequência das revelações da segunda parte do relatório McLaren, o Comité Olímpico Internacional informou que abriu um processo disciplinar a 28 atletas russos que participaram nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi 2014 por “evidências de manipulação” nas suas amostras de urina.

Embora se desconheça o nome dos atletas, a Federação Internacional de Ski informou que seis dos casos detetados são de esquiadores de fundo e anunciou a sua imediata suspensão. Decidiu ainda suspender as finais da Taça do Mundo da modalidade que estavam programadas para os dias 16, 17, 18 e 19 de Março, em Tyumen, Sibéria.

O COI referiu no seu comunicado que estes 28 casos não se consideram uma “prova positiva” de doping, mas que poderiam conduzir a uma “violação da regra antidoping”. “As amostras foram devolvidas ao Laboratório Antidoping de Lausana, e já começaram a ser reanalisadas, procurando detetar Resultados Adversos Analíticos (AAF)”.

Deixar Resposta