13º 10 km de Tagarro: Crescer, passo a passo

0
2918

Longe vai a primeira edição disputada em 1989 quando a prova teve escassos 15 participantes, quase todos do GS Loures, clube do mentor que organizou o evento. A prova foi crescendo atingindo o seu auge em 1995 com 632 classificados. Atletas da elite nacional fazem parte do quadro de honra dos vencedores como António Pinto, Paulo Guerra, Luís Jesus, Aurora Cunha e Albertina Dias.

Mas em 1999, a prova foi suspensa, regressando apenas em 2014, então com 240 participantes. A prova tem vindo a crescer de forma sustentada, tendo sido agora 363, aqueles que concluíram a distância dos 10 km.

Bruno Batista (CN Rio Maior) dominou em 33m11s, deixando o seu companheiro de clube, Filipe Vitorino, a 55 segundos e Paulo Pinheiro (Assoc. Jorge Pina) a 1m08s.

Em femininos, Alexandra Sousa (GFD) venceu pela terceira vez consecutiva ao cortar a meta em 41m19s, com Dulcinea Silva (Os Cansados) a minuto e meio e Brigitte Cardoso (Portugal Talentus) a 2m35s. O eterno jovem Fernando Cardoso foi o último com 1h33m36s.

Realizou-se ainda uma caminhada na distância de 5 km e no final, não faltou o porco no espeto e vinho.

13º 10 KM DE TAGARRO (27-8)

Masc.: 1º Bruno Batista (CN Rio Maior) 33.11; 2º Filipe Vitorino (CN Rio Maior) 34.06; 3º Paulo Pinheiro (A. Jorge Pina) 34.19; 4º Pedro Ribeiro (CUA Benavente) 34.56; 5º André Ferreira (Boavista do Pico) 35.19; 6º Oswald Freitas (CN Rio Maior) 35.41; 7º António Branco (NA Penteado) 36.38; 8º Bruno Carvalho (UA Povoense) 36.53; 9º Diogo Azevedo (Vitória FC) 37.01; 10º José Neves (A Natureza Ensina) 37.07.

Fem.: 1ª Alexandra Sousa (GFD) 41.19; 2ª Dulcínea Silva (Os Cansados) 42.49; 3ª Brigitte Cardoso (Portugal Talentus) 43.54; 4ª Alexandra Portela (UA Povoense) 44.23; 5ª Joana Branco (Indiv.) 45.12.

Deixar Resposta