15 de fevereiro: Aniversário de Péricles Pinto/Uma vida dedicada ao comprimento e triplo salto

0
2320

Péricles Pinto nasceu em 15 de Fevereiro de 1937. Foi atleta do Sporting e dominou o salto em comprimento na década de 70, período em que conseguiu seis Campeonatos.

Fez parte da equipa leonina que participou na 1ª edição da Taça dos Clubes Campeões Europeus de Atletismo, na cidade de Liège, em 1975. Voltou a representar o clube noutras edições.

Representou Portugal duas vezes na Taça da Europa, sendo quarto na fase das eliminatórias em Copenhaga, em 1977.

Nunca deixou a prática da modalidade. Como veterano, ganhou inúmeros títulos em Europeus e Mundiais no salto em comprimento e triplo salto.

Na época de 1982 (escalão 45/49 anos),  bateu por três vezes o recorde mundial do salto em comprimento na categoria de Veteranos, com 7,13m, quando já era também o recordista mundial do triplo salto com a marca de 13,96m.

Foi também recordista mundial do salto em comprimento e do triplo salto na categoria M50 e mais tarde, chegou a bater o recorde mundial do triplo salto, no escalão M60, com 12,33m.

Já no escalão M75, juntou mais um recorde nacional à longa lista que detém desde que saltou 7,34m em comprimento com 40 anos. Num Torneio de Abertura do INATEL em Lisboa, bateu o recorde nacional de salto em altura com 1,20m, acrescentanto 5cm à marca anterior de Joaquim Faneca!
Recebeu o Diploma de medalha olímpica como melhor atleta amador do ano de 1980, proposto pela Federação Portuguesa de Atletismo.

Esteve na despedida, dando uma volta à pista Moniz Pereira do Estádio José Alvalad, com outros grandes atletas do clube como os olímpicos Carlos Lopes, Fernando Mamede, Joaquim Ferreira, Alberto Matos, Carlos Sustelo, Armando Aldegalega, Aniceto Simões, Hélder de Jesus, José Carvalho, Domingos e Dionísio Castro, Joaquim Pinheiro, e ainda, entre outros, Manuel Marques, Júlio Fernandes, Tadeu Freitas, Vítor Mendes, Raposo Borges, Joaquim Serra, José Diogo e, no sector feminino, Lídia Faria, Eulália Mendes, Francelina Anacleto, Teresa Palma.

Parabéns Pericles Pinto!

Deixar Resposta