23 de Janeiro: Aniversário de António Vital e Silva/Dos melhores lançadores nacionais

0
159

António Vital e Silva nasceu em 23 de Janeiro de 1988, no Porto. Representou o FC Porto (2000 a 2005), SL Benfica (2006 a 2009), Sporting CP (2010), Individual (2011) e novamente o SL Benfica, desde 2012.

Pertencente a uma família de lançadores, iniciou-se no atletismo aos 12 anos, no FC Porto, e aos 13 começou a bater recordes nacionais.

Chegou a ser recordista nacional do peso, disco e martelo em infantis, iniciados e juvenis e do peso e disco em juniores.

Em 2005, conquistou uma medalha de bronze como juvenil no Mundial de Marraquexe e no Festival Olímpico da Juventude Europeia. Em 2008, foi vice-campeão europeu júnior.

Em 2010, como sub’23, bateu os seus recordes pessoais. Nos dois anos seguintes ficou próximo e continuou a somar segundos lugares nos Campeonatos de Portugal (já vão 10), no peso e martelo. Mas não registou melhorias. A época de 2013 terminou logo no final de fevereiro. Falhou por três vezes a presença nos locais de treino previamente indicados e nos quais apareceu a brigada de controlo antidoping e foi suspenso por um ano.

Regressou em bom plano em 2014 e começou a dedicar-se em exclusivo (ou quase) ao martelo, atingindo o primeiro lugar do ranking nacional em 2015, com 69,50 m, ano em que foi pela primeira vez internacional sénior no Europeu de Seleções. Em 2016, foi finalmente, campeão de Portugal e, já a terminar a época, no Nacional da I Divisão, passou os 70 metros, com 70,06, marca que melhorou para 71,48 em 2017.

Já em 2017, António Vital e Silva, alcançou um feito inédito ao ser convocado para representar Portugal em duas modalidades distintas. Foi selecionado para lançar o martelo no Campeonato da Europa por Equipas, em Atletismo, em Vaasa, na Finlândia,

Dias depois, representou Portugal na modalidade de Halterofilismo, na categoria de 105 kg, no Torneio Internacional da Cidade de Corunha.

No ano passado, estabeleceu um novo recorde pessoal no martelo ao lançar 73,26 m, ocupando o 3º lugar do ranking nacional de sempre.

Recordes nacionais

– Recordista nacional de peso e disco (juniores), peso, disco e martelo (juvenis e iniciados) e peso (infantis)

– Recordista nacional de pista coberta de peso em juniores (18,13 em 2007), juvenis (19,48 em 2005) e iniciados (17,75 em 2003).

Recordes pessoais

Peso: 18,48 m em 2010

Disco: 55,86 m em 2010

Martelo: 73,26 m em 2018

Títulos nacionais

– Campeão de Portugal de martelo em 2016 e 2018.

– Vice-campeão de Portugal de peso (ar livre e pista coberta) em 2007, 2009, 2010 e 2011 e de martelo em 2010, 2012, 2014, 2015 e 2017

– Campeão nacional sub’23 de peso (2006, 2009 e 2010), disco (2009 e 2010), martelo (2006 e 2010) e peso – pista coberta (2006, 2007, 2008, 2009 e 2010)

– Campeão nacional júnior de peso (2004, 2006 e 2007), disco (2004, 2005, 2006 e 2007), martelo (2004 e 2007) e peso – pista coberta (2004)

– Campeão nacional juvenil de peso (2003, 2004 e 2005), disco (2004 e 2005) e martelo (2003, 2004 e 2005)

– Vencedor do Olímpico Jovem em 2002 (peso – inic.), 2003 (peso e martelo – inic.) e 2005 (peso e disco – juv.)

– Vencedor do Triatlo Técnico Jovem (pista coberta) de 2002 e 2003 – inic. (2º inf. em 2001)

Internacional

– Vice-campeão europeu júnior em 2007 (peso)

– 3º no Mundial de juvenis de 2005 (peso)

– 3º no Festival Olímpico da Juventude Europeia de 2005 (disco)

– 7º no Campeonato Ibero-Americano de 2010 (peso).

– Esteve ainda no Campeonato da Europa de Seleções de 2015 (4º no martelo) e 2017 (7º no martelo) e na Taça da Europa de Lançamentos de 2015 (16º no martelo), 2017 (19º no martelo) e 2018 (19ºno martelo).

– Nos escalões jovens, esteve também no Europeu Júnior de 2005 (martelo), no Mundial Júnior de 2006 (peso e disco), no Europeu Sub’23 de 2009 (peso) e nas Taças da Europa de Lançamentos (sub’23) de 2008 (peso e disco) e 2009 (peso e disco).

PARABÉNS ANTÓNIO VITAL E SILVA!

Deixar Resposta