Dia Mundial da psoríase: 250 mil portugueses têm esta doença

0
262

O Dia Mundial da Psoríase é celebrado anualmente em 29 de Outubro

A data tem o objetivo de conscientizar e alertar as pessoas sobre o que é a psoríase, uma doença crónica, não transmissível e que não tem cura.

Muitas pessoas ainda sofrem de preconceito por causa da psoríase, o que causa um grande desconforto e constrangimento nas pessoas que têm essa doença, as quais muitas vezes precisam procurar ajuda psicológica para lidar com a sua condição.

O que é Psoríase?

A Psoríase foi classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma doença inflamatória crónica, grave e não transmissível. Atualmente, ainda não há uma cura para a doença, no entanto existem muitos tratamentos que, dependendo do tipo de psoríase, pode ajudar a aliviar bastante os sintomas desagradáveis.

Em 2004, a Organização Mundial da Saúde reconheceu através de comunicado que a psoríase é uma doença grave a incapacitante, justamente por prejudicar a qualidade de vida do indivíduo.

Origem do Dia Mundial da Psoríase

O Dia Internacional da Psoríase surgiu em 2004 a partir da união de várias organizações que queriam informar a população sobre o que é a doença e como lidar com ela, alertando também sobre as formas de tratamento.

A Psoríase é contagiosa?

A psoríase não tem cura e que não é contagiosa. Ela causa sintomas na pele como manchas vermelhas, escamas secas, pele ressecada e rachada, coceira, queimação e dor. Em casos mais graves, esta doença pode mesmo afetar as articulações, provocando rigidez, dor e dificuldade em movimentar as articulações.

Esta doença aparece especialmente em regiões do corpo específicas como joelhos, órgãos genitais, barriga e umbigo, no couro cabeludo próximo da nuca e na testa, cotovelos, mãos, dedos e unhas, cóxis e fundo das costas.

Sintomas na pele da psoríase

Quando a coceira é mais forte, o paciente pode-se ferir sem querer, pois estas escamas são removidas, e chega a deixar pontilhados de sangue na pele, o que acaba sendo muito desconfortável.

Por que aparece a Psoríase?

As causas da psoríase ainda não foram totalmente esclarecidas, mas sabe-se que ela é uma doença autoimune relacionada com o sistema imunológico, que pode estar relacionada com a suscetibilidade genética ou mesmo com fatores ambientais. Esta doença pode surgir em qualquer idade, mas geralmente aparece antes dos 30 e depois dos 50 anos de idade.

Além disso, sabe-se que alcoólicos, obesos, deprimidos e stressados, fumadores, diabéticos ou mesmo hipertensos, podem ter maiores chances de desenvolver psoríase, ou nos casos onde a doença está presente, de agravar os sintomas da doença.

Causas da psoríase

Como evitar o surgimento dos sintomas ou a piora das lesões

Para evitar o surgimento de novas lesões de psoríase ou a piora das lesões, existem alguns cuidados que pode seguir como:

    • Apanhar sol, mas não de forma exagerada;
    • Tentar evitar infeções virais e bacterianas que afetem o sistema imunológico do corpo, como gripe, por exemplo;
    • Fugir de situações stressantes como conflitos familiares ou no trabalho, que prejudicam a mente e o corpo;
    • . Evitar o consumo de álcool e cigarros;
    • Cuidados a seguir para evitar o surgimento dos sintomas ou a piora das lesões
    • Tentar fugir dos climas frios e secos, que acabam agravando as lesões, pois secam ainda mais a pele;
    • Manter uma boa alimentação, que deve ser rica em alimentos cor de laranja e omega-3 como laranja, sardinha, atum, salmão, cenoura, mamão ou abóbora;
    • Praticar exercício físico regularmente, pois ajuda a fortalecer o sistema imunulógico e reduz o stresse e descansa a mente.
    • Cuidados a evitar para impedir o surgimento dos sintomas ou a piora das lesões

Como saber se tenho psoríase?

Se desconfiar que tem psoríase porque apresenta algum dos sintomas descritos, ou se tiver desconforto constante na pele, coceira e vermelhidão, deve consultar um dermatologista, pois este é o profissional mais indicado para fazer o diagnóstico desta doença.

O diagnóstico da psoríase é feito através da observação dos sintomas na pele e além de diagnosticar, o médico irá também identificar que tipo de psoríase tem, pois ela pode manifestar-se de diferentes formas. Além de observar a sua pele, o médico irá também fazer algumas perguntas, para estar atento ao seu histórico familiar.

Como é feito o tratamento

A psoríase pode ser tratada com cremes e pomadas para a pele e com remédios imunossupressores e anti-inflamatórios, podendo também ser recomendados tratamentos com luz ultravioleta UVA e UVB em clínicas especializadas, porque apanhar sol pode ajudar a reduzir os sintomas.

Opções de tratamento da psoríase

O tratamento da psoríase serve para a controlar os sintomas da doença, reduzindo as hipóteses das lesões aparecerem, uma vez que esta, por enquanto, ainda não tem cura. Além disso, existem também alguns tratamentos caseiros, que ajudam a reduzir os sintomas.

Deixar Resposta