4×100 metros: Cinco vezes nas finais do Europeu

0
2624

 

A seleção nacional de 4×100 metros já esteve cinco vezes em finais do Campeonato da Europa, classificando-se entre os sexto e oitavo lugares. São os pontos altos da história da especialidade, que teve ainda presenças nas meias-finais dos Jogos Olímpicos (desclassificada em Seoul’1988) e do Mundial (11º tempo final como melhor, em Berlim’1999). Quatro dessas cinco presenças em Europeus e a atuação nos Jogos foram premiadas com recordes nacionais – seis dos últimos nove.

A história dos recordes é longa mas a primeira marca de relevo pode considerar-se a de 1963, quando a seleção composta por Jorge Soares, José Rocha, Marcenal Andrade e António Faria baixou pela primeira vez dos 42 segundos, ao conseguir 41,7 em Madrid. Depois, seria uma equipa do Benfica (que chegou a formar a seleção nacional) – José Silva, Norberto Serina, António Cachola, Vítor Mano – a primeira abaixo dos 41 segundos, com 40,8 e 40,4. E, já em tempo de cronometragem eletrónica, saliência para as primeiras marcas sub’40 segundos, conseguidas no Europeu de Estugarda por Arnaldo Abrantes (pai), Pedro Curvelo, Luís Cunha e Pedro Agostinho, que correram sucessivamente em 39,86 e 39,74. Seguiram-se as seleções que estiveram nos Jogos de Seoul’1988 (Arnaldo Abrantes, Pedro Curvelo, Pedro Agostinho, Luís Barroso), que melhorou para 39,61, e no Europeu de Split’1900 (Fernando Damásio. Pedro Curvelo, Pedro Agostinho, Luís Barroso), para 39,33. Este recorde durou quase 16 anos, até que uma seleção nacional composta por quatro atletas do Sporting – e já com Francis Obikwelu – conseguiu 39,18 em 2006 (Ricardo Pacheco, Arnaldo Abrantes (filho), Vítor Jorge, Obikwelu). De então para cá, o recorde caiu mais quatro vezes, através de seleções nacionais: 39,02 em Leiria’2009 (Dany Gonçalves, Arnaldo Abrantes, João Ferreira, Francis Obikwelu); 38,88 no Europeu de Barcelona’2010 (Ricardo Monteiro, Francis Obikwelu, Arnaldo Abrantes, João Ferreira); 38,79 no Europeu de Zurique’2014 (Diogo Antunes, Francis Obikwelu, Arnaldo Abrantes, Yazaldes Nascimento); e 38,65 por uma equipa nacional que participou no meeting de Rieti’2015 (André Costa, Francis Obikwelu, Arnaldo Abrantes, Yazaldes Nascimento).

Uma curiosidade: Arnaldo Abrantes e Francis Obikwelu fizeram parte das cinco últimas equipas recordistas e Arnaldo Abrantes (pai) estivera em quatro dos anteriores. Mas o filho, em 2006, não tirara diretamente o recorde ao pai, pois este esteve na seleção de Seoul’1988 mas não na de Split’1990. Arnaldo Abrantes (filho) esteve ainda no 2º lugar da seleção no Europeu de Sub’23, em 2007, e, antes, num dos nada menos de seis (!) sextos lugares já conseguidos por Portugal no FOJE.

Referências ainda para Luís Cunha, o mais internacional, com nada menos de 33 presenças ao longo de 16 anos (1983-1998), e o segundo mais vezes campeão nacional, com 11 títulos, a seguir a Tomás Paquete, que fez parte das equipas do Benfica 12 vezes campeãs entre 1945 e 1958.

RECORDES NACIONAIS
Absolutos Equipa Nacional 38,65 2015  
André Costa-Francis Obikwelu-Arnaldo Abrantes-Yazaldes Nascimento  
(clubes) Sporting CP 39,18 2006  
Ricardo Pacheco-Arnaldo Abrantes-Vítor Jorge-Francis Obikwelu  
Sub’23 Sel. Nac. S’23 39,37 2007  
Dany Gonçalves-Arnaldo Abrantes-Ricardo Martins-Yazaldes Nascimento  
(clubes) SL Benfica 41,17 2017  
José Lopes-Rafael Jorge-Ricardo Pereira-João Esteves  
Juniores Seleção Nacional 40,16 2016  
Frederico Curvelo-Rafael Jorge-João Pinto-João Esteves  
(clubes) SL Benfica 41,21 2005  
André Destapado-João Ferreira-Rui Silva-Arnaldo Abrantes  
Juvenis Seleção Nacional 42,49 2005  
Pedro Fontes-Marcos Coelho-Carlos Pinheiro-João Almeida  
(clubes) SL Benfica 42,50 2012  
Erick Oliveira-José Lopes-Luís Neves-Ricardo Pereira  
OS + CAMPEÕES DE PORTUGAL  
Tomás Paquete 12 (1945-1958)  
Luís Cunha 11 (1985-1998)  
Eugénio Eleutério 9 (1945-1954)  
António Faria 9 (1953-1963)  
António Cachola 8 (1975-1983)  
OS + INTERNACIONAIS  
Luís Cunha 33 (1983-1998)  
Luís Barroso 18 (1982-1992)  
António Faria 17 (1955-1963)  
António Cachola 15 (1974-1983)  
Pedro Curvelo 15 (1985-1992)  
Francis Obikwelu 15 (2003-2016)  
RECORDES DOS CAMPEONATOS  
Absolutos SL Benfica 39,94 2017
André Costa-Ricardo Pereira-Diogo Antunes-Pedro Bernardo
Sub’23 SL Benfica 41,17 2017
José Lopes-Rafael Jorge-Ricardo Pereira-João Esteves
Juniores SL Benfica 42,02 2007
Ivo Vital-Carlos Pinheiro-Marcos Chuva-Marcos Caldeira
Juvenis SL Benfica 43,53 2012
Rafael Jorge-José Lopes-Erick Oliveira-Ricardo Pereira
       
PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES NAS GRANDES COMPETIÇÕES  
JO 3 15º Seleção Nacional 39,61 Seoul 1988  
Arnaldo Abrantes-Pedro Curvelo-Pedro Agostinho-Luís Barroso  
CM 4 11º Seleção Nacional Berlim 2009  
Dany Gonçalves-Arnaldo Abrantes-Ricardo Monteiro-Francis Obikwelu  
15º Seleção Nacional 39,09 Daegu 2011  
Ricardo Monteiro-João Ferreira-Arnaldo Abrantes-Yazaldes Nascimento  
16º Seleção Nacional Roma 1987  
Arnaldo Abrantes-Pedro Curvelo-Luís Cunha-Luís Barroso  
CE 5 Seleção Nacional Barcelona 2010  
Ricardo Monteiro-Francis Obikwelu-Arnaldo Abrantes-João Ferreira  
Seleção Nacional Helsínquia 2012  
Ricardo Monteiro-Dany Gonçalves-Diogo Antunes-Yazaldes Nascimento  
Seleção Nacional Split 1990  
Fernando Damásio-Pedro Curvelo-Pedro Agostinho-Luís Barroso  
Seleção Nacional Estugarda 1986  
Arnaldo Abrantes-Pedro Curvelo-Luís Cunha-Pedro Agostinho  
Seleção Nacional 38,79 Zurique 2014  
Diogo Antunes-Francis Obikwelu-Arnaldo Abrantes-Yazaldes Nascimento  

Nota: a seguir à competição (J. Olímpicos, C. Mundo, C. Europa), indica-se o número de

equipas portuguesas presentes no conjunto de todas as edições, as classificações no top’16

(JO. CM) ou top’8 (CE), os melhores tempos nacionais na prova e os locais e anos dessas classificações.

PORTUGUESES NA TAÇA DA EUROPA/EUROPEU DE SELEÇÕES  
Mais presenças:  
Francis Obikwelu 10 (2003-2015)  
Luís Cunha 8 (1987-1998)  
Arnaldo Abrantes 8 (2006-2013)  
Vítor Jorge 7 (1995-2006)  
Melhor marca: 39,02 (2009)  
Melhores classificações:  
Na Superliga: 4º (2009)  
Na I Liga 1º (1997-2006-2008-2010-2014  
PORTUGUESES NOUTRAS COMPETIÇÕES  
Campeonato da Europa de Sub’23:  
Seleção Nacional 2007  
Dany Gonçalves-Arnaldo Abrantes-Ricardo Monteiro-Yazaldes Nascimento  
Seleção Nacional 2017  
José Lopes-Rafael Jorge-Ricardo Pereira-Ricardo Ribeiro  
Seleção Nacional 2009  
Ivo Vital-Marcos Chuva-Edi Sousa-Bruno Gualberto  
Campeonato da Europa de Juniores:  
Seleção Nacional 2011      
  André Biveti-Diogo Antunes-André Costa-Samuel Remédios  
Seleção Nacional 2013      
  Xavier Mendes-André Leal-Luís Neves-Carlos Nascimento  
FOJE (Festival Olímpico da Juventude Europeia):  
Seleção Nacional 2005  
  Marcos Coelho-Pedro Fontes-Carlos Pinheiro-João Almeida          
Seleção Nacional 1999          
  Ricardo Pacheco-Pedro Silva-Ricardo Cristóvão-Nelson Ferreira      
Seleção Nacional 1991          
  Vítor Jorge-Fernando Tavares-Carlos Silva-Paulo Neves      
Seleção Nacional 1995          
  Rui Carrudo-Paulo Melo-Rui Palma-Bruno Gancho      
Seleção Nacional 2001          
  Rui Alexandre-Ricardo Lima-Jaime Areias-Pedro Almeida      
Seleção Nacional 2003          
  Arnaldo Abrantes-Milton Dias-Rodolfo Varela-Tiago Marto      
Seleção Nacional 2009          
  João Rocha-António Brandão-José Viegas-Samuel Remédios      
Seleção Nacional 2017          
  João Buaró-André Pimenta-Rodrigo Agostinho-Tomás Gonçalves      
Seleção Nacional 1993          
  Nuno Guerra-João André-João Afonso-Paulo Campos    

Deixar Resposta