4×400 metros: Final olímpica de 1992 foi o grande momento

0
2549

A história dos 4×400 metros femininos fica essencialmente ligada à presença portuguesa na final olímpica de Barcelona’1992, graças a um excelente recorde nacional de 3.29,38 na eliminatória, marca que se mantém e só foi, depois disso, aproximada a mais de três segundos no Europeu de Amesterdão’2016. A equipa composta por Marta Moreira, Eduarda Coelho, Elsa Amaral e Lucrécia Jardim, havia conseguido pouco tempo antes 3.31,12 na Westathletic, em Bruxelas. Na final olímpica esteve mal, limitando-se a 3.36,85, longe de todas as outras. Mas a proeza da chegada à final estava conseguida. No ano seguinte, no Mundial de Estugarda, já não foi possível repeti-la. Mas, nesse ano, a seleção foi 5ª nas Universíadas.

Essa seleção de 1992 melhorou o recorde em nada menos de sete segundos. A prova foi introduzida em 1969, mas só em 1973 se baixou pela primeira vez dos quatro minutos, graças a uma seleção de Lisboa composta por Ana Pacheco, Manuela Simões, Isabel Saraiva e Filomena Vieira Carvalho. Poucos dias depois, uma denominada “equipa mista de Lourenço Marques” (atual Maputo) conseguiu 3.53,4 e logo a seguir a seleção nacional, composta por quatro atletas de origem africana (a angolana Filomena Vieira Carvalho e as moçambicanas Lucrécia Cumba, Argentina Abreu e Manuela Alves) melhorou para 3.51,0 e a seleção nacional sub’20 (com Conceição Vilhena, também moçambicana, no lugar de Lucrécia Cumba) obteve 3.50,0. Quatro anos depois, apenas com Manuela Alves, ingressada no Sporting, a manter-se na seleção, o recorde baixou para 3.47,37. Formaram a equipa Ana Paula Mota, Zaida Camalhão, Manuela Alves e Conceição Moura. O recorde durou oito anos e, depois, no espaço de sete anos, foi batido sete vezes, baixando nada menos de 18 segundos. Marta Moreira, Maria João Lopes, Elsa Amaral e Eduarda Coelho foram as atletas mais assíduas nesses recordes, cujo ponto alto foi o do ano 1992, conforme já referimos.

Elsa Amaral é a atleta mais vezes internacional nos 4×400 m (16 vezes) e Maria José Valamatos a que tem mais títulos nacionais (8).

Nos escalões jovens, apenas há a referir o sexto lugar da seleção no Europeu Sub’23 de 2011.

 

RECORDES NACIONAIS
Absolutos Seleção Nacional 3.29,38 1992
Marta Moreira-Eduarda Coelho-Elsa Amaral-Lucrécia Jardim
(clubes) Sporting CP 3.36,43 2016
Miriam Tavares-Vera Barbosa-Filipa Martins-Cátia Azevedo
Sub’23 Sel. Nac. Sub’23 3.37,28 2011
Dorothe Évora-Vera Barbosa-Joceline Monteiro-Cátia Nunes
Juniores Sel. Nac. Juniores 3.43,68 1989
Alexandra Pina-Mª José Valamatos-Mª João Valamatos-Carla Sacramento
(clubes) SL Benfica 3.50,56 1989
Mª José Valamatos-Mª João Valamatos-Carla Sacramento-Lucrécia Jardim
AS + CAMPEÃS DE PORTUGAL
Maria José Valamatos 8 (1989-1998)
Luisa Coelho 7 (1984-1998)
Maria João Lopes 7 (1981-1991)
Maria João Valamatos 6 (1989-1997)
AS + INTERNACIONAIS
Elsa Amaral 16 (1985-1996)
Carmo Tavares 15 (1995-2009)
Conceição Moura 13 (1973-1986)
Marta Moreira 13 (1983-1993)
Patrícia Lopes 13 (2001-2015)
RECORDES DOS CAMPEONATOS
Absolutos Sporting CP 3.40,69 2001
Sónia Fernandes-Natália Moura-Sandra Teixeira-Carmo Tavares
Sub’23 Juv. Vidigalense 3.53,32 2016
Bruna Silva-Evelise Veiga-Carla Mendes-Jéssica Viegas
Juniores SL Benfica 3.53,47 1990
Sandra Piteira-Cavessa Queirós-Mª José Valamatos-Mª João Valamatos
Juvenis SL Benfica 4.02,64 1987
Sandra Lopes-Sónia Fernandes-Carla Figueiredo-Mª João Valamatos
PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES NAS GRANDES COMPETIÇÕES
JO 1 Seleção 3.29,38el Barcelona 1992
Marta Moreira-Eduarda Coelho-Elsa Amaral-Lucrécia Jardim
CM 1 11º Seleção 3.34,76 Estugarda 1993
Marta Moreira-Elsa Amaral-Cristina Regalo-Natália Moura
CE 4 Seleção Munique 2002
Patrícia Lopes-Sandra Teixeira-Severina Cravid-Carmo Tavares
13ª Seleção 3.32,48 Amesterdão 2016
Rivinilda Mentai-Filipa Martins-Cátia Azevedo-Dorothé Évora
Nota: a seguir à competição (J. Olímpicos, C. Mundo, C. Europa), indica-se o número de

equipas portuguesas presentes no conjunto de todas as edições, as classificações no top’16

(JO. CM) ou top’8 (CE), os melhores tempos nacionais na prova e os locais e anos dessas

classificações.

PORTUGUESAS NA TAÇA DA EUROPA/EUROPEU DE SELEÇÕES
Mais presenças:
Carmo Tavares 13 (1995-2009)
Patrícia Lopes 11 (2001-2015)
Sandra Teixeira 8 (1998-2005)
Elsa Amaral 7 (1985-1996)
Natália Moura 7 (1993-2000)
Melhor marca: 3.32,89 (2002)
Melhores classificações:
Na Superliga: 9º (2009)
Na I Liga 2º (1997)
PORTUGUESAS NOUTRAS COMPETIÇÕES
Campeonato da Europa de Sub’23:
Seleção Nacional 2011
Dorothe Évora-Vera Barbosa-Joceline Monteiro-Cátia Nunes
Jogos Mundiais Universitários/Universíadas:
Seleção Nacional 1993
Natália Moura-Cristina Regalo-Eduarda Coelho-Elsa Amaral

Deixar Resposta