8 de Agosto: Aniversário de Marcos Chuva/A só 2 cm do recorde nacional do comprimento!

0
166

Marcos Chuva nasceu em 8 de Agosto de 1989, em Oeiras. Representou dois clubes: o CA Salesianos de Manique entre 2000 e 2006 e o SL Benfica desde 2007.

Marcos Chuva é mais um produto da Escola Salesiana de Manique e do prof. Fernando Pereira, que o continua a treinar.

Revelou-se em 2006, tendo-se sagrado campeão da FISEC em 110 m barreiras, altura e comprimento e campeão nacional juvenil de 110 barreiras e comprimento (e ainda 2º nos 400 m barreiras).

Depois, já no Benfica, enveredou pelo comprimento, embora se tenha chegado a notabilizar nos 110 m barreiras ao derrotar João Almeida nos Nacionais da I Divisão de 2008 e 2009, tendo como recorde pessoal 14,17 s.

Chegou em 2008, aos 7,80 m no salto em comprimento como júnior, ano e que se sagrou pela 1ª vez campeão de Portugal.

Em 2011, conseguiu 8,34 m, a escassos dois centímetros do recorde nacional do comprimento que pertence a Carlos Calado desde 1997, com 8,36 m.

Falhou o Europeu de Barcelona’2010 por lesão mas brilhou na época seguinte. Sagrou-se vice-campeão europeu de sub’23, com 7,94 m e esteve no Mundial de Daegu,

Fez depois uma aposta total no atletismo. Esteve um ano sem estudar, antes de entrar para a Faculdade de Belas Artes, para o curso de design de comunicação. As épocas seguintes foram menos felizes, muito marcadas por lesões e nomeadamente, por uma pubalgia.

Em 2012, apesar de uma paragem no inverno por lesão, ainda chegou aos 8,00 m em pista coberta e foi 7º no Europeu, com 7,92 m.

Em 2013, foi terceiro nas Universíadas com a sua segunda marca de sempre: 8,15 m. Os três anos seguintes primaram pela irregularidade, com muitas lesões. Em 2018, foi suspenso pela Federação por falha na indicação do paradeiro para controlo antidoping. Em 2019, regressou sendo campeão nacional de pista coberta, tal como em 2020.

Recordes pessoais
Comprimento 8,34 2011
100 m 10,71 2009
110 m barreiras 14,17 2009
400 m barreiras 56,08 2006
Altura 1,97 2008
Triplo 13,90 2007

Campeão sénior no Comprimento

Ar livre: 2008/2009/2011 a 2015 e 2017

Pista Coberta: 2011/2012/2016/2017/2019 e 2020

Internacionalizações (no comprimento, salvo indicação):

– Jogos Olímpicos de 2012

– Campeonato do Mundo de 2011 e 2013

– Campeonato da Europa de 2012

– Campeonato da Europa de pista coberta de 2011 e 2017

– Campeonato Ibero-Americano de 2010 e 2016

– Universíadas de 2013

– Campeonato da Europa de Seleções de 2010, 2011, 2013 e 2017

– Campeonato da Europa de Sub’23 de 2009 e 2011

– Campeonato do Mundo de Juniores de 2008 (em 110 barreiras)

– Jogos da FISEC de 2004 (4º nos 110 b, 5º na altura, 3º nos 4×100 m), 2005 (1º nos 110 bar. e altura, 2º nos 400 bar., 9º no comprimento) e 2006 (1º nos 110 bar., altura e comprimento)

– Campeonato Internacional Escolar (ISF) de 2004

PARABÉNS MARCOS CHUVA!

Deixar Resposta