800 metros: de António Calado a Rui Silva com Álvaro Silva a brilhar nos grandes palcos

0
2612

Meia dúzia de grandes nomes fazem a história dos 800 metros, especialidade na qual vários jovens se têm distinguido internacionalmente… embora nem todos depois singrando como se esperaria.

São vários os marcos na evolução do recorde nacional. A começar em António Calado, o primeiro a baixar dos dois minutos (1.59,8), em 1938. Depois, Francisco Bastos melhorou até 1.57,5 em 1945, e José Cameira até 1.54,2 em 1956. Valentim Baptista foi sensacional, baixando de 1.50 em 1963 (1.49,8). Nas décadas seguintes, surgiram Fernando Mamede (1.47,45 como melhor em 1974) e Álvaro Silva (1.45,12 em 1988). E, já neste século (2002), Rui Silva melhorou para 1.44,91, ainda o atual recorde.

De todos estes nomes, saliência especial para Álvaro Silva, o melhor nas grandes competições: 11º nos Jogos de 1988; 16º no Mundial de 1987; 11º no Europeu de 1986. Carlos Cabral, que foi recordista entre Fernando Mamede e Álvaro Silva (1.47,33), é o mais internacional (20 vezes) e António Abrantes, que ainda é o quarto no ranking de sempre (1.46,23 em 1995), foi o atleta mais vezes campeão nacional (8 vezes), para além de segundo no número de internacionalizações (17, das quais três em Jogos Olímpicos). Curiosamente, nos Jogos, Portugal esteve representado logo em 1912 (Armando Cortesão) e, depois, apenas 60 anos depois, através de Fernando Mamede em 1972! Mas entre 1988 e 2004 (5 Jogos) teve seis presenças… as últimas até agora.

Honrosas classificações têm sido obtidas nos escalões jovens, cujos recordistas nacionais são ainda João Pires (1.45,59 como sub’23 e 1.47,65 como júnior, em 2000 e 1998 e que ainda é o terceiro português de sempre), e Fábio Gonçalves (1.51,44 como juvenil, em 2007), com uma carreira interrompida demasiado cedo. António Abrantes foi vice-campeão europeu de juniores em 1987 e são vários os quartos lugares: Fernando Almeida no Europeu sub’23 de 2003, João Pires no Mundial júnior de 1998, Fábio Gonçalves no Europeu júnior de 2009, José Azevedo no FOJE de 1991.

Destaque ainda para o triunfo de Tiago Rodrigues (outro jovem que muito prometia…) na I Liga da Taça da Europa de 2006 e para o quarto lugar de Miguel Moreira nas Universíadas de 2015.

RECORDES NACIONAIS
Absolutos Rui Silva Sporting CP 1.44,91 2002
Sub’23 João Pires Sporting CP 1.45,59 2000
Juniores João Pires ADC Constantim 1.47,65 1998
Juvenis Fábio Gonçalves SL Benfica 1.51,44 2007
OS + CAMPEÕES DE PORTUGAL  
António Abrantes 8 (1988-1996)  
Rui Silva 5 (2002-2009)  
Francisco Bastos 4 (1942-1948)  
Rogério Gonçalves 4 (1960-1963)  
Carlos Cabral 4 (1970-1978)  
OS + INTERNACIONAIS  
Carlos Cabral 20 (1973-1983)  
António Abrantes 17 (1988-1996)  
Valentim Baptista 11 (1959-1966)  
José Pina 11 (1967-1971)  

 

RECORDES DOS CAMPEONATOS NACIONAIS
Absolutos Mário Silva SC Braga 1.47,09 1990
Sub’23 Álvaro Silva SL Benfica 1.48,30 1986
Juniores Fábio Gonçalves SL Benfica 1.50,15 2008
Juvenis António Moura SFR Amadora 1.53,74 2016

 

PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES NAS GRANDES COMPETIÇÕES
JO 9 11º Álvaro Silva 1.45,12 Seoul 1988
CM 6 16º Álvaro Silva 1.45,63 Roma 1987
CE 9 11º Álvaro Silva 1.46,74 Estugarda 1986
Nota: a seguir à competição (J. Olímpicos, C. Mundo, C. Europa), indica-se o número de atletas portugueses presentes no conjunto de todas as edições, as classificações no top’16 (JO, CM) ou Top’8 (CE), os melhores tempos nacionais na prova e os locais e anos dessas classificações.
PORTUGUESES NA TAÇA DA EUROPA/EUROPEU DE SELEÇÕES
Mais presenças:
Carlos Cabral 8 (1973-1983)
António Abrantes 5 (1991-1996)
Melhor marca: João Pires 1.46,80 (2000)
Melhores classificações:
– Na Superliga: 10º Fábio Gonçalves 2009
– Na I Liga: 1º Tiago Rodrigues 2006

PORTUGUESES NO TOP’8 DE OUTRAS COMPETIÇÕES

Campeonato da Europa de Sub’23:
Fernando Almeida 2003
João Pires 1997
Fernando Almeida 2001
Campeonato do Mundo de Juniores:
João Pires 1998
Campeonato da Europa de Juniores:
António Abrantes 1987
Fábio Gonçalves 2009
Fernando Almeida 1999
José Azevedo 1993
Festival Olímpico da Juventude Europeia:
José Azevedo 1991
Fábio Gonçalves 2007
João Peixoto 2017
Hugo Azevedo 1993
Bruno Albuquerque 2005
Jogos Mundiais Universitários/Universíadas
Miguel Moreira 2015

A seguir: 1500 metros (M)

(Este artigo ficará igualmente arquivado no site www.atletismo-estatistica.pt)

 

Deixar Resposta