A época de pista coberta prova a prova/Femininos

0
734

60 METROS: 1ª Lorène Bazolo SCP 7,34; 2ª Olímpia Barbosa SCP 7,49; 3ª Rosalina Santos SCP 7,58

Lorène Bazolo liderou o ranking pelo quarto ano consecutivo e com larga margem, mesmo sem atingir o seu melhor (7,27 em 2018). Deixou a 15 centésimos a segunda do ano, a barreirista Olímpia Barbosa, que melhorou o seu recorde pessoal por 4 centésimos (7,53-7,49), subindo a 10ª de sempre. Destaque ainda para os progressos das juniores Maria João Barbosa (7,62-7,59) e Daniela Amaro (7,80-7,60). Uma curiosidade: até 7,50 aparecem quatro atletas estrangeiras residentes em Portugal (sem contar com a ex-congolesa Bazolo…)

400 METROS: 1ª Cátia Azevedo SCP 53,10; 2ª Vera Barbosa SCP 53,34; 3ª Dorothe Évora SCP 54,11

Excelente. Das oito atletas até 57 segundos, seis bateram recordes pessoais. Realce especial para os 53,10 e 53,11 (em dias seguidos) de Cátia Azevedo (tinha 53,13), marcas que apenas a recordista Carmo Tavares superou (quatro vezes). Cátia liderou o ranking pelo 7º ano consecutivo! Vera Barbosa melhorou de 53,76 (há oito anos!) para 53,34 (3ª de sempre), ao tornar-se campeã nacional, à frente de Cátia Azevedo (53,43). Dorothe Évora progrediu de 54,38 para 54,11 e é a quinta de sempre. E Juliana Guerreiro (55,41) e Sofia Lavreshina (56,57) bateram os recordes nacionais de juniores e juvenis.

800 METROS: 1ª Marta Pen SLB 2.05,60; 2ª Carla Mendes SCB 2.07,69; 3ª Mariana Machado SCB 2.08,33

Nos Estados Unidos, Marta Pen obteve a sua segunda marca de sempre, depois dos 2.04,85 registados em 2018. Recordes pessoais para Carla Mendes (2.08,32-2.07,69) e Mariana Machado (2.09,85-2.08,77), esta última a campeã de Portugal (2.08,33). Grande progressão das juniores (de 1º ano) Ana Costa (2.16,75-2.11,63) e Carla Rodrigues (2.17,68-2.11,81).

1500 METROS: 1ª Marta Pen SLB 4.06,94; 2ª Mariana Machado SCB 4.12,52; 3ª Carla Mendes SCB 4.18,79

Grande progressão de Marta Pen, que tinha 4.18,49 como melhor e, nos Estados Unidos, progrediu para 4.09,04 e 4.06,94, sendo agora a segunda de sempre, apenas superada pela recordista Carla Sacramento (4.04,11). Mariana Machado progrediu quase 10 segundos (4.22,01-4.12,52) e sagrou-se campeã de Portugal (4.13,98) numa prova na qual as duas restantes atletas do pódio também progrediram bem relativamente às marcas com que iniciaram a época: Carla Mendes (4.28,82-4.18,79) e Joana Soares (4.31,48-4.24,69).

3000 METROS: 1ª Mariana Machado SCB 9.02,56; 2ª Joana Soares ACDJS 9.16,76; 3ª Susana Godinho GDE 9.23,17

Larga superioridade de Mariana Machado, que a terminar 2019, bateu o recorde nacional júnior, com 9.02,56. O trio do pódio do Campeonato de Portugal também registou bons progressos relativamente às anteriores marcas em pista coberta: Joana Soares (1ª) de 9.46,73 para 9.16,76; Susana Godinho (2ª) de 9.40,71 para 9.23,17; e Carla Mendes (3ª) com 9.27,20 em estreia.

60 M BARREIRAS: 1ª Olímpia Barbosa SCP 8,31; 2ª Fatumata Baldé SLB 8,57; 3ª Catarina Karas SCP 8,59

Larga superioridade de Olímpia Barbosa, que chegou a 8,31 duas vezes, em França e sagrou-se folgada campeã de Portugal, à frente de duas sub’23 que registaram progressos: Catarina Karas (8,78-8,59) e Catarina Queirós (8,91-8,60).

ALTURA: 1ª Anabela Neto SCP 1,86; 2ª Jennifer Gomes GREC 1,75; 3ª Ana M. Oliveira GAF 1,72

Excelente época de Anabela Neto, líder anual pelo 6º ano consecutivo e que, no Campeonato de Portugal, bateu o recorde pessoal com 1,86, ascendendo a segunda de sempre, a dois centímetros da recordista Naide Gomes. Jennifer Gomes igualou a sua marca pessoal (1,75) de 2015. O nível geral foi, no entanto, modesto.

VARA: 1ª Marta Onofre SCP 4,33; 2ª Eleonor Tavares SCP 4,16; 3ª Elisabete Tavares (Fr) 3,75

Nível igualmente modesto. Com Eleonor Tavares a competir pouco (4,16 como melhor), Marta Onofre marcou larga superioridade, embora apenas uma vez (na Suécia) tenha feito 3,30 ou mais, com 4,33. E foram as suas irmãs Elisabete (3,75) e Sandra Helena (3,65), com 39 e 37 anos, respetivamente, que se classificaram a seguir no ranking anual. Acima de 3,50 apenas haverá a acrescentar Sofia Carneiro, que progrediu de 3,35 para 3,61.

COMPRIMENTO: 1ª Evelise Veiga SCP 6,48; 2ª Patrícia Mamona SCP 6,40; 3ª Yariadmis Arguelles IND 6,30

Nada menos de seis atletas acima dos seis metros, com realce para Evelise Veiga, que progrediu dois centímetros, para 6,48, no Campeonato de Portugal, e Patrícia Mamona que só fez uma prova mas conseguiu 6,40, recorde pessoal por seis centímetros (contando com as provas ao ar livre). Subiram a segunda e terceira de sempre em pista coberta. Também Lucinda Gomes melhorou, de 5,98 (e 6,21 ao ar livre) para 6,24.

TRIPLO: 1ª Patrícia Mamona SCP 14,33; 2ª Susana Costa AFR 14,09; 3ª Evelise Veiga SCP 13,68

Décima liderança de Patrícia Mamona no ranking anual e com boa vantagem. Chegou a 14,33 em França e 14,31 no Campeonato de Portugal. Susana Costa (14,09 como melhor, no Campeonato de Portugal) ficou aquém dos excelentes 14,43 de 2019. Já Evelise Veiga, 3ª no Campeonato de Portugal com 13,68 (excelente pódio!) superou os 13,48 que tinha como melhor. Seis atletas superaram os 13 metros, com “estreia” de Ana Oliveira (12,99 para 13,05).

PESO: 1ª Auriol Dongmo SCP 18,37; 2ª Eliana Bandeira SLB 17,39; 3ª Francislaine Serra SCP 17,19

Nada menos de quatro atletas (mas todas naturalizadas…) acima do anterior recorde nacional de Teresa Machado (17,26), este ano batido por Auriol Dongmo, que fez sucessivamente 18,02, 18,31 e 18,37. Eliana Bandeira progrediu de 16,62 para 17,39; Francislaine Serra de 16,10 para 17,19; e Jéssica Inchude de 16,90 para 17,17. Três metros abaixo, destaque para a progressão da júnior Débora Quaresma, de 13,01 para 14,28.

3000 M MARCHA: 1ª Ana Cabecinha COP 12.34,10; 2ª Vitória Oliveira SCB 12.57,44; 3ª Carolina Costa SCP 13.05,85

Tendo feito uma única prova (Campeonato de Portugal), Ana Cabecinha (9º ano consecutivo na liderança) continua muito superior, apesar dos progressos de Vitória Oliveira (13.02,26-12.57,44) e de Carolina Costa (13.25,39-13.05,85).

PENTATLO: 1ª Jennifer Gomes GREC 3769; 2ª Marisa Carvalho SLB 3394; 3ª Inês Pires GCAD 3310

Lecabela Quaresma, a residir em França, não fez qualquer pentatlo e Marisa Carvalho, que competiu uma só vez, em Inglaterra, continua longe do que vale. Jennifer Gomes acabou por ser a melhor, com 3769 pontos no Campeonato de Portugal, conseguindo uma progressão de mais de mil pontos (!) relativamente à sua marca de… 2013 (2656 p.). A júnior Inês Pires estreou-se no Campeonato de Portugal, sendo 2ª com 3310 pontos.

4×400 METROS: 1º Sporting 3.37,70; 2º J, Vidigalense 3.56,89; 3º SC Braga 3.57,35

Uma equipa do Sporting, constituída por Dorothe Évora, Vera Barbosa, Juliana Guerreiro e Cátia Azevedo (as quatro melhores portuguesas da época), bateu o recorde nacional de clubes, com 3.37,70, segunda marca nacional de sempre, apenas superada pelo recorde nacional detido pela Seleção Nacional, com 3.35,43 em 2018.

Rankings 2020 em http://atletismo-estatistica.pt/anuais/absolutos-2020-f/

Amanhã: a época de pista coberta (jovens masculinos)

Deixar Resposta