A IAAF demite Secretário-Geral por ocultar informações em casos de doping

0
2307

A Comissão de Ética da IAAF destituiu Nick Davies das suas funções de braço direito do presidente Sebastian Coe, em resultado do escândalo de doping na Rússia.

Davies, porta-voz e Secretario-Geral da IAAF, havia sido afastado provisoriamente em 10 de Junho de 2016.  Ele terá escondido também ter recebido em 2013 uma verba de 30.000 euros.

Afastado do poder, Davies poderá no entanto, continuar a trabalhar no organismo, ainda que tenha de pagar 5.000 euros por gastos do proceso. Davies pode ainda apelar desta decisão da IAAF para o Tribunal Arbitral do Desporto, em Lausanne.

A esposa de Davies, Jane Boulter-Davies, funcionária do Departamento de Competições e Pierre-Yves Garnier, responsável pelo passaporte  biológico da IAAF no momento dos factos, podem regressar aos seus postos de trabalho, uma vez concluido o período de suspensão. No entanto, terão de pagar 2.500 euros cada um, pelos gastos processuais.

Deixar Resposta