Acusado de abuso sexual, técnico da Espanha volta a ser preso sem direito a fiança

0
2638

Detido em Dezembro último, mas libertado após prestar esclarecimentos, Miguel Ángel Millán Sagrera foi novamente preso após alegações de outras testemunhas.

Ex-técnico de provas combinadas de atletismo, Miguel Ángel Millán, de 66 anos, foi preso nesta segunda-feira sem direito a fiança, por abusos sexuais a menores. O espanhol já tinha sido detido em Dezembro último mas após esclarecimentos, acabou por sair em liberdade. Agora, após novas denúncias sobre casos recentes ocorridos em Tenerife, não escapou da cadeia.
A prisão foi efetuada pelo mesmo oficial a quem Miguel Ángel prestou depoimento em dia 15 de Dezembro. Naquela ocasião, ele foi levado para depor após um atleta que foi seu pupilo, ter testemunhado alegando que tinha sido vítima do técnico quando tinha entre 14 e 15 anos (entre 2011 a 2012).

Surgiram agora depoimentos de atletas de Tenerife, Barcelona e Murcia. Até se ter reformado, Miguel Ángel era considerado um dos treinadores mais prestigiados na sua especialidade.

Deixar Resposta