Acusado de corrupção, Papa Massata Diack pede adiamento do seu processo

0
304

Papa Massata Diack, acusado com o seu pai, Lamine Diack, de corrupção ligado ao processo de doping na Rússia, procura adiar o seu julgamento previsto para a próxima semana em Paris.

Antigo conselheiro de marketing da IAAF, organismo então presidido pelo seu pai entre 1999 e 2015, Papa Massata Diack, quer o adiamento evocando o atual contexto sanitário.

Devido ao encerramento das fronteiras, os seus advogados senegaleses não poderão deslocar-se a Paris. “Pedirei o adiamento. O senhor Diack tem três advogados, dois deles não podem vir e são seus advogados históricos”, confirmou o seu advogado em Paris, Antoine Beauquier, que estará presente no Tribunal Judicial de Paris.

 

Deixar Resposta