Athletics Integrity Unit admite que Asbel Kiprop foi avisado que faria controlo antidoping

0
1767

AIU confirma aviso, o que é proibido pela WADA, mas diz que isso não invalida resultados do atleta

A Athletics Integrity Unit (AIU) divulgou ontem um comunicado rebatendo acusações de Asbel Kiprop depois de ter acusado EPO num controlo antidoping.

No documento, a AIU admite que o fundista foi alertado na véspera que iria ter um controlo mas recusa a hipótese de as amostras terem sido contaminadas ou trocadas. O órgão ainda afirma que o aviso prévio não invalida o resultado do exame.

No comunicado, a AIU admite que “um assistente do controlo de doping envolvido no teste de Mr. Kiprop em 27 de novembro de 2017 admitiu que informou Mr. Kiprop com antecedência que o teste seria naquele dia. Isto é extremamente desapontante”. O aviso prévio do doping é proibido pela Agência Mundial Anti-Dopagem (WADA). Entretanto, o órgão nega que isso invalide o resultado do exame.

A AIU desmentiu as acusações de que as amostras tenham sido adulteradas ou trocadas, afirmando que investigou a situação. “A AIU está certa de que não houve troca ou contaminação com a amostra e que a amostra coletada do atleta em 27 de novembro de 2017 foi a mesma amostra analisada pelo laboratório e reportada como resultado analítico adverso”.

Além disso, a entidade também negou que tenha sido oferecido ao tricampeão mundial o lugar de embaixador da IAAF contra o doping se ele aceitasse a punição. “Antes do início do processo disciplinar, investigadores da AIU encontraram-se com Mr. Kiprop. O objetivo do encontro era notificá-lo de que ele tinha testado positivo e dar-lhe a oportunidade de admitir a culpa ou dar informações sobre o doping no atletismo que poderia ser servir como ajuda substancial”.

O órgão disse que não acredita na reversão do resultado, mas que a decisão cabe ao tribunal. Entretanto, no comunicado, a AIU não fala sobre as acusações de que Kiprop tenha dado dinheiro aos oficiais do controle de doping quando eles levaram as suas amostras.

O queniano foi notificado sobre o resultado do exame em 3 de Fevereiro de 2018 e acusado de violar as regras de doping da IAAF em 16 de Março.

 

Deixar Resposta