Atitude exemplar da Organização na Meia Maratona de Leiria para com um corredor equatoriano

0
239

A Atletas.Net, organizadora da última Meia Maratona de Leiria disputada no passado domingo, divulgou no seu facebook a história de Mário Bravo, um equatoriano que participou na prova.

A HISTÓRIA DE MÁRIO
Mário Bravo é um equatoriano que participou na Meia Maratona de Leiria. Curiosamente nem sequer foi classificado, pois concluiu a sua prova muito para além do fecho de controlo. Atenta, a organização prestou-lhe todo o apoio ao longo do percurso e até o carro cronómetro com a família a bordo voltou para trás para seguir de perto o equatoriano que fazia uma meia maratona pela primeira vez na sua vida. Apesar de praticamente todo o staff e logística visível já terem sido desmobilizados e o trânsito reaberto, Mário queria acabar, nem que tivesse de correr muito lentamente pelos passeios. Assim fez. Rapidamente uma meta foi improvisada para que Mário terminasse. Com uma atitude de elevado desportivismo compreendeu tudo em seu redor e agradeceu, justificando-se: “Queria acabar para mostrar a bandeira do meu país”. O seu objectivo foi cumprido. É para ele o Prémio Desportivismo da Meia Maratona de Leiria 2019

A atitude exemplar da Organização para com o corredor que ultrapassou largamente o tempo limite de 2h30m, merece ser elogiada. Esta atitude contrasta algumas vezes com a intransigência de Organizações, particularmente em Ultra Trails com largas dezenas de quilómetros.

Sabemos por exemplo de quem estivesse a participar numa prova de 100 km e já num dos últimos controlos, fossem barrados e impedidos de continuar por terem ultrapassado em alguns minutos o tempo limite de passagem. Sabemos que os regulamentos existem para serem cumpridos mas também é verdade que às vezes, podemos ser mais humanos para quem está a fazer um esforço enorme e está próximo da meta. Felizmente que há muitas Organizações que têm em conta o esforço dos atletas pois encontramos frequentemente nas classificações, atletas com tempos superiores aos permitidos pelos regulamentos.

Deixar Resposta