Balanço 2020 (femininos): Auriol Dongmo de recorde em recorde até à liderança mundial

0
243

A reduzida época de 2020 ficou marcada, no setor feminino, pelos sete recordes nacionais do peso batidos por Auriol Dogmo, atleta de origem camaronesa, naturalizada em finais de 2019. Bateu o antigo recorde de Jéssica Inchude (17,54 em 2019) pela primeira vez no final de janeiro, com18,02, e chegou aos 18,37 no seu terceiro recorde em pista coberta, igualando, curiosamente, o seu recorde dos Camarões, datado de 2017. Depois, ao ar livre, bateu o recorde mais quatro vezes, chegando a sensacionais 19,53, que ficou como melhor marca mundial do ano ao ar livre, em igualdade com a chinesa Lijao Gong, que tem melhor em pista coberta (19,70).

Provavelmente incentivadas pela progressão de Dongmo, outras três atletas, recentemente naturalizadas, também passaram os 17 metros (Jéssica Inchude 17,42, Eliana Bandeira 17,39, Francislaine Serra 17,19), fazendo com que a média das dez melhores do ano (15,31) fosse, de longe, a melhor de sempre (antes: 14,62 em 2019). Já a médias das 20 melhores (13,48) foi a segunda de sempre, aquém dos 13,58 de 2009.

A escassez de provas, a inexistência de competições internacionais (e as dificuldades de treino ao longo de vários meses) tiveram naturais reflexos na generalidade dos rankings da época. Para além do peso, foi exceção o comprimento, com as segundas médias de sempre (6,16 para as 10 primeiras; 5,90 para as 20), mas bem perto das melhores de sempre (6,17 e 5,92, em 2019). Em sete provas as líderes do ano superaram as de 2019: nos 1500 m e em seis dos oito concursos (triplo e martelo foram as exceções).

Apenas Evelise Veiga se manteve no pódio

Auriol Dongmo foi, naturalmente, a melhor atleta do ano, ascendendo ao primeiro lugar do nosso habitual pódio. Claúdia Ferreira, que bateu o recorde nacional sub’23 do dardo, é outra novidade. E apenas Evelise Veiga, que já fora segunda há um ano, se mantém, com um novo segundo lugar.

Coletivamente, o Sporting soma e segue: ganhou pelo 10º ano consecutivo e pela 25ª vez nos últimos 26 anos. Tal como nos três anos precedentes, Benfica e J. Vidigalense completaram o pódio.

PÓDIO

1ª AURIOL DONGMO (SPORTING)

De longe a melhor da época, com nada menos de sete recordes nacionais batidos (no peso) e a chegada à liderança do ranking mundial do ano. Excelente e… surpreendente.

2ª EVELISE VEIGA (SPORTING)

Depois de ter igualado duas vezes o seu melhor no comprimento (6,61) na época passada, progrediu para 6,64 este ano, consolidando a sua segunda posição no ranking de sempre, embora ainda naturalmente longe de Naide Gomes. Faltou ser um pouco mais consistente (2ª marca: 6,49). Dedicou-se pouco ao triplo, limitando-se a 13,68, longe da marca de 2019 (14,32).

3ª CLÁUDIA FERREIRA (SPORTING)

Ao progredir de 52,34 para 54,66, bateu o recorde nacional sub’23 e subiu a segunda portuguesa de sempre e candidata ao recorde de Portugal de Sílvia Cruz (59,76), ainda longínquo. Passou cinco vezes os 50 metros.

MENÇÕES HONROSAS

Anabela Neto progrediu um centímetro para 1,86 no salto em altura e está agora a dois centímetros das recordistas nacionais Sónia Carvalho e Naide Gomes. Bons progressos de Eliana Bandeira (16,95-17,39) e Francislaine Serra (16,70-17.19), no peso. A ainda júnior Mariana Pestana continua a progredir no martelo, de 51,35 em 2018 e 57,36 em 2019 para 61,07 este ano, sendo já a quinta de sempre. Na 2ª fase da sua carreira, Liliana Cá atinge novos pontos altos, com o título nacional do disco e um novo recorde pessoal. Com 40 anos, a dedicada Vânia Silva prepara-se para chegar ao seu 20º título nacional do martelo em 2021… 

A CONFIRMAÇÃO: MARIANA PESTANA (GD ESTREITO)

Repete a nomeação do ano passado, o que é revelador. Progrediu de 51,35 em 2018 para 57,36 em 2019 e chegou agora a 61,07, a escassos 40 cm do recorde nacional de juniores. Perfila-se como sucessora de Vânia Silva.

A REVELAÇÃO: DÉBORA QUARESMA (SPORTING)

Já se salientara como juvenil, com 15,30 com o peso de 3kg e, com o de 4kg, melhorou de 13,54 em 2019 para 14,28, sendo já a quinta júnior de sempre apesar de apenas ter competido em pista coberta e ainda ter um ano à sua frente neste escalão.

OS PÓDIOS ANUAIS DA REVISTA ATLETISMO

19981ª Manuela Machado2ª Fernanda Ribeiro3ª Carla Sacramento
19991ª Susana Feitor2ª Carla Sacramento3ª Carmo Tavares
20001ª Fernanda Ribeiro2ª Isabel Abrantes3ª Susana Feitor
20011ª Carla Sacramento2ª Susana Feitor3ª Carmo Tavares
20021ª Naide Gomes2ª Carla Sacramento3ª Nédia Semedo
20031ª Elisabete Tavares2ª Susana Feitor3ª Teresa Machado
20041ª Naide Gomes2ª Anália Rosa3ª Vânia Silva
20051ª Susana Feitor2ª Naide Gomes3ª Vera Santos
20061ª Naide Gomes2ª Anália Rosa3ª Vera Santos
20071ª Naide Gomes2ª Susana Feitor3ª Inês Henriques
20081ª Naide Gomes2ª Ana Cabecinha3ª Jéssica Augusto
20091ª Naide Gomes2ª Sara Moreira3ª Inês Monteiro
20101ª Naide Gomes2ª Jéssica Augusto3ª Sara Moreira
20111ª Susana Feitor2ª Dulce Félix3ª Jéssica Augusto
20121ª Dulce Félix2ª Jéssica Augusto3ª Ana Cabecinha
20131ª Sara Moreira2ª Ana Cabecinha3ª Dulce Félix
20141ª Jéssica Augusto2ª Sara Moreira3ª Ana Cabecinha
20151ª Ana Cabecinha2ª Sara Moreira3ª Patrícia Mamona
20161ª Patrícia Mamona2ª Ana Cabecinha3ª Sara Moreira
20171ª Inês Henriques2ª Patrícia Mamona3ª Ana Cabecinha
20181ª Inês Henriques2ª Marta Pen 3ª Jéssica Inchude
20191ª Patrícia Mamona2ª Evelise Veiga3ª Ana Cabecinha
20201ª Auriol Dongmo2ª Evelise Veiga3ª Cláudia Ferreira
POSITIVO
+ Os sete recordes nacionais de Auriol Dongmo no peso
+ O terceiro lugar coletivo da (curta – apenas três atletas – e desfalcada) seleção nacional no Europeu de corta-mato, realizado no final de 2019, em Lisboa, com Dulce Félix (8ª), Salomé Rocha (10ª) e Susana Francisco (25ª).
+ A medalha de bronze conseguida também por Mariana Machado na prova de juniores
NEGATIVO
– A época em si, muito curta e limitada devido ao Covid’19, fatores ainda agravados por polémicas (e demasiado limitativas) decisões da Federação.
RECORDES DE PORTUGAL BATIDOS EM 2019
PesoAuriol Dongmo (Sporting)18,02 pcPombal25-01-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)18,31 pcRichlitz02-02-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)18,37 pcPombal29-02-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)18,82Leiria-CNL20-06-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)18,9Leiria-CNL24-06-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)19,27Leiria-CNL24-06-2020
PesoAuriol Dongmo (Sporting)19,53Lisboa-U08-08-2020
ALTERAÇÕES NO TOP’10 NACIONAL DE SEMPRE
Auriol DongmoSCPpeso19,53
Evelise VeigaSCPcomp.6,64
Cláudia FerreiraSCPdardo54,66
Anabela NetoSCPaltura1,86pc
Eliana BandeiraSCPpeso17,39pc
Liliana CáADNLdisco61,20
Sandra SilvaCFOD50 Km M5.00.46
Ana M. OliveiraGAFtriplo13,58
Francislaine SerraSCPpeso17,19pc
Mariana PestanaGDEmartelo61,07
Catarina RibeiroSCPmaratona2.26.39

Deixar Resposta