BALANÇO DA ÉPOCA 2017 – 5000 METROS (F)

0
2264

Sara Moreira uma vez e o «vazio»

  • Rankings entre os mais fracos de sempre

Com Sara Moreira numa só prova (Meeting da Maia) e sem Jéssica Augusto, Dulce Félix, Salomé Rocha e Catarina Ribeiro (quatro das cinco melhores portuguesas), o ranking dos 5000 m foi muito pobre, um dos piores desde que, em 1995, a prova foi incluída no programa feminino, substituindo a de 3000 metros. A média das 10 melhores foi de 16.35,53, mais 24 segundos que há um ano (16.11,84) e quase um minuto mais que a melhor, de 1999 (15.40,74). A média das 20 melhores foi de 17.07,58, contra 16.43,63 de 2016 e 16.04,43 (mais de um minuto menos!) de 2000.

O PÓDIO

1ª SARA MOREIRA (SPORTING)

Parte da época lesionada, só uma vez correu a distância, ganhando no Meeting da Maia com 15.39,95, distante do seu melhor de 14.54,71.

2ª SUSANA GODINHO (SPORTING)

Terceira nessa mesma prova do Meeting da Maia, bateu substancialmente o seu recorde pessoal (de 2014), de 16.43,89 para 16.21,73. Ganhou no Nacional da I Divisão, à frente de Silvana Dias.

3ª ANA M. FERREIRA (SPORTING)

Quarta na Maia, com 16.30,94, ainda longe do seu melhor de 16.03,23, há já cinco anos. E sagrou-se campeã de Portugal, à frente de Susana Francisco.

E AINDA…

Susana Francisco foi terceira do ranking, com um recorde pessoal de 16.26,34 (tinha 16.41,98) mas perdeu no Campeonato de Portugal face a Ana Ferreira. Ainda abaixo de 17 minutos (tempo já bem fraco…) estiveram Silvana Dias (16.33,65 e 16.35,31), Daniela Cunha, 9ª no Europeu de Seleções com 16.40,63, e a maratonista Filomena Costa, com 16.41,96, todas elas bem longe do seu melhor.

A REVELAÇÃO: FRANCISCA BORGES (SPORTING)

O tempo não é nada famoso, mas é a única júnior abaixo de 18 minutos! Conseguiu 17.47,65 na estreia na distância.

Veja aqui o ranking 2017

… e aqui o ranking mais aprofundado

Deixar Resposta