BALANÇO DA ÉPOCA 2017 – PROVAS NÃO OLÍMPICAS (F)

0
2661

Rivinilda 3ª de sempre nos 300 m

  • Ana Cabecinha dominou na marcha

Poucas novidades nas distâncias não olímpicas. A principal nota vai para os 38,67 de Rivinilda Mentai nos 300 m, melhorando os 39,13 de 2016 e subindo a terceira de sempre. Marisa Carvalho foi a segunda da época, com 39,63 na mesma prova (Meeting de Lisboa, a 1 de maio), mas sem atingir os 39,09 do ano anterior.

Ainda nas corridas, a juvenil Mariana Machado esteve em grande destaque nos 1.000 m, com os 2.50,36 conseguidos em Braga, bem à frente, no ranking, de Patrícia Silva (2.53,26) e de todas as demais. Muito modesto o ranking de 3.000 m. Sara Moreira não precisou de melhor que 9.10,98 para ganhar a I Divisão e Inês Monteiro foi a segunda do ano, com 9.14,59 feitos em Espanha.

Na marcha, Ana Cabecinha dominou por completo em todas as distâncias, desde os 3.000 m, realizados essencialmente em pista coberta (12.48,33 como melhor) aos 10.000 m, com 43.18,72, a dez segundos, sensivelmente, do seu melhor (43.08,17 já em 2008), passando pelos 5.000 m (21.44 em estrada). A nota principal vai para a entrada no top’10 de sempre dos 10 km de Edna Barros, com 46.08,97 no Nacional sub’23 (9ª de sempre), à frente de Mara Ribeiro, 46.13,08 (10ª de sempre). Uma nota final: Daniela Cardoso ainda competiu nuns 10 km em Leiria, em dezembro (46.32), naquela que foi a sua última prova da época.

Veja aqui o ranking 2017

… e aqui o ranking mais aprofundado

Deixar Resposta