Balanço da época 2019 – 400 m barreiras (F): Bom regresso de Vera Barbosa

0
238

Depois de um ano de ausência por suspensão por falha na indicação de paradeiro para efeito de controlos antidoping e aproveitando para ser mãe, Vera Barbosa regressou em bom plano, dominando por completo o panorama nacional. E, entre as melhores, há ainda a salientar novos progressos da ainda júnior Juliana Guerreiro.

O nível geral melhorou. A média das 10 melhores do ano foi de 61,51 (62,08 em 2018), ainda aquém do recorde (60,82) que já vem de 1997. A das 20 melhores foi de 63,73, a melhor dos últimos 16 anos e já não muito distante do recorde de 63,24, que dura desde… 1998!

PÓDIO:

1ª VERA BARBOSA (SPORTING)

Fez nove provas e tem as nove melhores marcas nacionais do ano. E já lidera o ranking nacional do ano pela sétima vez. Conseguiu como melhor 56,15, a sua 9ª marca de sempre, ainda algo aquém do seu recorde nacional de 55,22, em 2012. Sagrou-se campeã nacional (58,62) e foi quarta no Europeu de Seleções (57,13).

2ª ANDREIA CRESPO (SPORTING)

Melhor do ano em 2018 (com 58,31), ficou perto agora (58,35 em Huelva), mas ainda aquém do seu melhor de 57,94 em 2017. Foi vice-campeã nacional, com 58,47.

3ª JULIANA GUERREIRO (SPORTING)

Ainda júnior de 1º ano, continuou a progredir: 61,78 em 2017, 60,97 em 2018 (3ª juvenil de sempre), 59,88 em 2019, ao sagrar-se campeã nacional sub’23. Foi também campeã nacional júnior (60,48) e esteve no Europeu da categoria, sendo 5ª na eliminatória, com 60,53.

E AINDA…

Apenas juniores e uma veterana merecem referências, até porque a sub’23 Rafaela Hora (62,13) que prometia bem, ficou aquém dos 61,30 de 2017 e dos 61,36 de 2018. Destaque para Fatoumata Diallo, que progrediu de 62,60 para 62,42, Catarina Neiva, de 64,49 para 64,05 e Sofia Lavreshina, que “abriu” com 64,22. Aos 37 anos (!), Patrícia Lopes ainda foi ao pódio do Campeonato de Portugal (62,55)…

A REVELAÇÃO: ELISABETE SILVA (ADR ÁGUA DE PENA)

Esta jovem sub’23 madeirense progrediu de 63,17 (já em 2016) para 61,20 e foi, de alguma forma, a surpresa da especialidade. Foi vice-campeã nacional sub’23.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta