Balanço da época 2019 – 5000 metros (F): Quando as melhores já são maratonistas…

0
153

Sara Moreira, bem destacada, Jéssica Augusto e Salomé Rocha obtiveram as melhores marcas do ano mas longe dos seus recordes pessoais que já vêm de há alguns anos (são de 2000 relativamente às duas primeiras e de 2014 o da terceira)… Agora estão mais viradas para a maratona. Mariana Machado, ainda júnior, é a exceção entre as melhores… E os rankings, mantendo-se ao nível dos últimos anos (a média das 20 melhores é mesmo a melhor desde 2002), continuam longe da valia dos de final do século passado.

PÓDIO:

1ª SARA MOREIRA (SPORTING)

Fez apenas uma prova, ma Polónia, sendo 5ª com 15.37,96, bem longe do seu melhor de 14.54,71, há já nove anos.

2ª JÉSSICA AUGUSTO (SPORTING)

Ganhou na Taça dos Clubes Campeões Europeus, com 14.54,51, e na I Divisão em (descansados) 16.22,72, com 11 segundos de vantagem, cumprindo os objetivos.

3ª MARIANA MACHADO (SC BRAGA)

Estreou-se na distância sendo 2ª no Europeu de Seleções, com 16.01,14, prova na qual teve que atuar, no dia seguinte aos 3000 m, que também correu, pois todas as seniores que são primeiros planos nacionais estavam impedidas de o fazer!

E AINDA…

Salomé Rocha também baixou dos 16 minutos (15.57,97) e Catarina Ribeiro aproximou-se (16.04,49) numa prova no Meeting de S. João, em Braga, na qual Susana Godinho (5ª) melhorou o seu recorde pessoal de 16.21,73 para 16.21,09. Esta seria depois campeã de Portugal, com (apenas) 16.41,20 e 60 centésimos de vantagem sobre Cátia Santos Leitão, que antes também melhorara o recorde pessoal por centésimos (16.23,50-16.23,18). Marta Pen também se estreou na distância (ainda nos Estados Unidos), mas com modestos 16.31,88.

A REVELAÇÃO: MARTA LOURENÇO (AC P. VARZIM)

Estreou-se na distância e foi 10ª no Europeu de Juniores, mas o tempo (16.57,61) é modesto. Mariana Machado à parte, é, no entanto, a única júnior abaixo de 17.20…

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

 

Deixar Resposta