Balanço da época 2019 (Infantis M): Fraquita…

2
846

Foi fraca a época dos infantis em 2019, com apenas 5 marcas líderes melhores que as de 2018, contra nada menos de 10 piores. A época anterior havia sido bastante boa, é certo, mas uma comparação entre 2919 e 2017 dá um equilíbrio em termos de primeiras marcas (8-7 favorável a 2019). Bateu-se o recorde do quádruplo salto, mas a prova ainda é de muito recente implantação. E apenas em cinco outras provas houve mexidas no top’10 de sempre.

Destaque para dois atletas: Gabriel Cunha e Gabriel Simas, este, o recordista do quádruplo salto caso a Federação não considerasse as marcas de final do ano de atletas que sobem de escalão, como é o caso de Vasco Reis, que conseguiu 14,15 em dezembro e passou a iniciado dez dias depois…

PÓDIO:

1º GABRIEL CUNHA (GD PEDREIRAS)

Liderou os rankings de altura (1,63, marca que o coloca no top’10 de sempre), comprimento (5,06) e pentatlo (2371) e foi 2º no quádruplo salto (13,87, a 8 cm da liderança). E ainda será infantil em 2020!

2º GABRIEL SIMAS (QUINTAJENSE FC)

Recordista do quádruplo salto, com 13,95 (não considerando as marcas de final do ano…), também lidera o ranking do peso/3kg (11,10) e é segundo no do comprimento (5,02) e disco (28,59).

3º FRANCISCO PEREIRA (CF OLIV. DOURO)

Melhor do ano no disco (30,58) e martelo (33,88), neste caso com quase dez metros de vantagem, destacou-se também na… marcha, com o segundo tempo do ano nos 3000 m (16.57,26).

RECORDES NACIONAIS INFANTIS BATIDOS EM 2018/19

Quádruplo    Vasco Reis (CJ Sal. Arouca)                 14,15       Lousada     22-12-2018

Quádruplo*  Gabriel Simas (Quintajense FC)           13,95       Setúbal       01-06-2019

* a Federação passou a considerar os recordes estabelecidos até 31 de dezembro, mesmo por atletas que nessa época já sejam de categoria superior. Sem esse fator, o recorde seria este.

SUBIDAS NO TOP’10 DE INFANTIS DE SEMPRE

Gabriel Simas QFC quád.s* 13,95
Gabriel Cunha GDP quád.s* 13,87
David Martins CDDP 600 m* 1.33,76
Guilherme Guerreiro CDQ dardo/500* 35,49
Rodrigo Ferreira AEAC 600 m* 1.33,81
Rui Paulino SUOV dardo/500* 2829
10º Gabriel Cunha GDP altura 1,63
* provas de implantação recente (2007, exceto quádruplo salto em 2013)

OS MELHORES INFANTIS DO ANO PROVA A PROVA

60 m Rui Paulino 06 SUO Vais 7,86
150 m Tomás Figueiras 06 ACR Mealhada 18,93
600 m David Martins 06 CDD Priscos 1.33,76
1000 m Santiago Agatão 06 AD NúcleOeiras 2.56,04
60 bar. Francisco Alves 06 AE Serafim Leite 9,84
Altura Gabriel Cunha 07 GD Pedreiras 1,63
Comp. Gabriel Cunha 07 GD Pedreiras 5,06
Quád.S. Gabriel Simas 06 Quintajense FC 13,95
Peso/3 Gabriel Simas 06 Quintajense FC 11,10
Disco/750 Francisco Pereira 06 CF Oliv. Douro 30,58
Martelo/3 Francisco Pereira 06 CF Oliv. Douro 33,88
Dardo/500 Guilherme Guerreiro 06 CD Quarteira 35,49
Pentatlo Gabriel Cunha 07 GD Pedreiras 2371
3000 m M Dinis Silva 07 GDP Chão Duro 16.32,19
4×60 m Seleção de Leiria 31,64

Ver rankings 2019: http://atletismo-estatistica.pt/jovens-ar-livre-2019 exel/

2 Comentários

  1. Bo noite,
    Relativamente à marca do atleta Guilherme Guerreiro do CD Quarteira no lançamento do dardo 500g, a mesma está desatualizada, pois foi batida no dia 22-12-2019 em VRS António.
    Cumprimentos,
    Mónica Barros
    CDQ – Centro Desportivo de Quarteira

    • D. Mónica Barros
      Bom dia,
      Em relação à sua observação, segue a resposta de Arons de Carvalho, autor do texto em causa. Obrigado pela sua colaboração.

      Os rankings são os do final da época, que termina em 31 outubro. As marcas de novembro e dezembro dos atletas que sobem de escalão não são consideradas pois não faz sentido um atleta ser, por exemplo, juvenil em 31 de dezembro e júnior no dia seguinte (1 janeiro), quando, antes, está dois ou três meses (setembro a novembro, normalmente) sem competir. A Federação passou a considerar a mudança de escalão a 1 janeiro mas nunca concordei com essa alteração.