Balanço da época 2020 – 200 metros (M): Curvelo e José P. Lopes a um centésimo do seu melhor

0
119

Positiva a época para os melhores, não considerando os “semi”-presentes (uma única prova cada um) David Lima (de regresso após um ano ausente) e Vítor Ricardo Santos. O luso-suíço William Reais esteve em grande plano, sagrando-se campeão da Suíça com 20,24 e conseguindo ainda 20,47 e várias outras marcas até 20,80. Por cá, Frederico Curvelo foi o melhor e tanto ele como José Pedro Lopes ficaram a um só centésimo dos seus recordes pessoais.

PÓDIO

1º FREDERICO CURVELO (BENFICA)

Ao conseguir 21,29 no Meeting de Lisboa, ficou a um centésimo dos seus 21,28 de 2018. E sagrou-se campeão de Portugal com 21,26 ventosos (+2,2 m/s).

2º DELVIS SANTOS (BENFICA)

Vice-campeão nacional com 21,27, tempo que igualaria o seu recorde pessoal de 2019, ganhou na I Divisão com 21,40 e fez ainda 21,47 no Meeting de Lisboa.

3º JOSÉ PEDRO LOPES (BENFICA)

Com 21,40 (2º) no Meeting de Lisboa, ficou a um centésimo do seu melhor de 2019. Mas foi a sua única prova de 200 m na época.

E AINDA…

Nas suas únicas provas na distância, Vítor Ricardo Santos fechou o pódio do Campeonato de Portugal com 21,38 (v:+2,2) e David Lima conseguiu 21,60 no Meeting de Lisboa. André Costa foi 2º na I Divisão, com 21,51, ainda aquém da sua valia. O júnior Omar Elkhatib, ainda são-tomense, ficou perto seu melhor (21,67 para 21,61) e Rui Corvelo progrediu de 22,09 para 21,97.

MELHOR PROGRESSÃO: ERICSSON TAVARES (CA SEIA)

Campeão nacional de juniores com 21,76 (muito) ventosos (+3,9), foi 4º no Campeonato de Portugal com 21,95 (não correu na série dos melhores), tempo que melhora substancialmente os 22,57 que trazia da época passada.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta