Balanço da época 2020 – meio-fundo (F): Joana Soares (obstáculos) e Mariana Machado (3000 m) foram as melhores

0
85

Numa época atípica, raras foram as provas de 3000 m obstáculos, 5000 e 10000 m, “substituídas” pelos 2000 m obstáculos (e sem vala de água…) e pelos 3000 m planos.

PÓDIO:

1ª JOANA SOARES (J. SERRA)

Conseguiu 10.03,29 na Ribeira Brava, numa das duas únicas (!) provas de 3000 m obstáculos realizadas esta época em todo o país e conseguiu os três melhores tempos nacionais nos 2000 m obstáculos, bem distante das seguintes. E foi campeã nacional de pista coberta em 3000 m, distância na qual melhorou o recorde pessoal por mais de 11 segundos no verão, com 9.15,05.

2ª MARIANA MACHADO (SC BRAGA)

Ainda em dezembro do ano passado, bateu o recorde nacional de juniores dos 3000 m em pista coberta, com 9.02,56. No verão, seria campeã de Portugal, com 9.13,60.

3ª MARTA PEN (BENFICA)

Correu uma única vez os 3000 m, ganhando uma corrida tática na I Divisão, em 9.11,28.

E AINDA…

Ainda longe da forma, Sara Moreira regressou com 9.20,07 na I Divisão (2ª) e 9.22,81 (vice-campeã nacional). Susana Godinho (9.23,17) e Carla Mendes (9.24,00) completaram o pódio do Campeonato de Portugal de pista coberta, com recordes pessoais por larga margem. Inexpressivos os rankings de 5000 e 10000 metros, liderados respetivamente por Susana Cunha (17.00,37) e Cátia Santos (35.52,76).

MELHOR PROGRESSÃO: JOANA SOARES (J. SERRA)

Progrediu de 9.24,85 em 2019 para 9.15,05 nos 3000 m, um bom salto cronométrico em ano de “vacas magras”. 

Rankings da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta