Balanço da época 2020 – triplo (F): Patrícia Mamona soma e segue

0
78

Com 14,33 como melhor (a sua quinta marca de sempre em pista coberta), Patrícia Mamona somou a 12ª liderança nacional nos últimos 15 anos, aumentando a vantagem para Susana Costa, não tão bem como na época passada.

PÓDIO:

1ª PATRÍCIA MAMONA (SPORTING)

Conseguiu três boas marcas em pista coberta (14,33 em França, 14,31 no Campeonato de Portugal e 14,28 em Espanha) e limitou-se a duas provas ao ar livre (14,26 no Campeonato de Portugal).

2ª SUSANA COSTA (AC. F. RIBEIRO)

Com 14,10 no Campeonato de Portugal de ar livre (foi 3ª) e 14,09 no de pista coberta (2ª), continua, aos 35 anos, nos pódios nacionais.

3ª EVELISE VEIGA (SPORTING)

Foi vice-campeã de Portugal, com 14,16 ventosos, e teve como melhor marca válida 13,68 em pista coberta (3ª no Campeonato de Portugal). Mas dedicou-se principalmente ao comprimento.

E AINDA…

Ana Oliveira melhorou a sua marca pessoal de 13,52 para 13,58, enquanto muito perto ficaram Lucinda Gomes (13,14-13,08) e Anabela Neto (12,95-12,93).  

MELHOR PROGRESSÃO: CATARINA QUEIRÓS (J. SERRA)

Progrediu de 12,30 para 12,72 ao tornar-se campeã nacional de sub’23 em pista coberta. E teve mais quatro marcas acima de 12,50.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta