Benfica na luta pelo título/Sporting afastado pela estafeta

0
2034

As estafetas de 4×100 metros alteraram as perspetivas das duas equipas portuguesas que este sábado atuaram na 1ª jornada da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em Birmingham. A equipa feminina do Sporting, que estava na luta pelo primeiro lugar, a quatro pontos das turcas do Enke (e com quatro pontos de vantagem sobre as espanholas do Valencia Terra i Mar) foi desclassificada (depois de terminar em 2º lugar) e acabou por terminar a jornada a 13 pontos do Enke (89-76) e a seis do Valencia (82), margem que dificilmente permitirá a manutenção do título. Já o Benfica, que era quarto antes da estafeta, esteve então em excelente plano, ganhando a prova e beneficiando dos “zeros” de espanhóis (desistentes) e de lituanos (desclassificados) para subir a segundo, a escassos 2,5 pontos dos turcos do Enke (85,5-83), embora com os espanhóis do Playas de Castellón (79,5) e os lituanos do Cosma (78) perto. Mas a segunda jornada, com triplo (Pedro Pichardo), peso (Tsanko Arnaudov) e vara (Diogo Ferreira) é favorável, pelo que tudo está em aberto.

Sporting azarado

O Sporting estava a fazer uma boa jornada, com uma vitória (a regressada Patrícia Mamona não precisou de melhor que 13,53 no triplo), quatro segundos e dois terceiros lugares. Apenas Marta Onofre (4ª na vara com 4,00) e a bielorussa Svietlana Kudzelich (4ª nos 1500 m) ficaram aquém do que valem. Lorène Bazolo (11,53 nos 100 m), Cátia Azevedo (52,29 nos 400 m) e Andreia Crespo (59,29 nas barreiras) obtiveram melhores marcas nacionais do ano e Jéssica Inchude foi 2ª no peso com muito bons 16,66. A desclassificação da estafeta é que deitou muito a perder…

Benfica aquém do esperado

Já o Benfica, apesar do prometedor 2º lugar, esteve em várias provas aquém do esperado, numa competição em que, para além de turcos (bem pouco turcos… mas já lá iremos) e espanhóis, surgiu em excelente plano a formação lituana do Cosmo, que é quase a seleção nacional e conseguiu nada menos de cinco vitórias, quatro delas nos quatro concursos realizados!

O Benfica teve como ponto alto a vitória nos 4×100 m e conseguiu ainda excelente segundo lugar pelo jovem José Lopes nos 100 m (10,45). Obteve ainda cinco terceiros lugares, com destaque para o recorde pessoal de André Pereira nos obstáculos (8.43,18). Bastante aquém das expetativas, ficaram Ricardo Santos, apenas 5º nos 400 m (com 46,97, quase um segundo mais que a marca de 46,09 que já fez este ano), Francisco Belo (regressado de operação, mas apenas 4º no disco com 53,71) e o júnior Leandro Ramos, que terá acusado o ambiente, sendo apenas 6º no dardo com 62,74, a quase 11 metros do seu melhor.

O escândalo turco

Os turcos do Enke lideram ambas as classificações, mas é um escândalo (que a associação europeia facilita…) a composição das suas equipas. Dos 10 elementos da equipa masculina que atuaram nas provas individuais, há um queniano (2º nos 800 m) e um bósnio (5º no disco) e nada menos de quatro naturalizados recentes: um ex-cubano (1º nos 400 m barreiras), um ex-jamaicano (vencedor dos 100 m) e dois ex-quenianos (vencedor dos obstáculos e quarto nos 3000 m). Turcos de origem apenas quatro, aqueles que ficaram em piores classificações: 4º na altura e no comprimento, 5º no dardo e 6º nos 400 m.

Dos nove elementos da equipa feminina que atuaram, a vencedora dos 100 m é búlgara e a vencedora dos 400 m é polaca. Há depois duas ex-quenianas (naturalizadas em 2015), a vencedora dos 5000 m e a segunda dos 1500 m. E há cinco turcas de origem… duas das quais estiveram recentemente dois anos suspensas por doping!

Eis o quatro dos vencedores e dos atletas portugueses:

MASCULINOS
Prova Vencedor Benfica
100 m (-0,5) Emre Barnes TUR 10,39 2º José Lopes 10,45
400 m Samuel Garcia ESP 46,03 5º Ricardo Santos 46,97
800 m Antoine Gakeme ESP 1.47,89 5º José C. Pinto 1.50,33
3000 m Simas Bertasius LIT 7.57,75 3º Rui Pinto 8.02,98
3000 ob. Tarik Langat Akdag TUR 8.38,51 3º André Pereira 8.43,18
400 bar. Yasmani Copello TUR 49,72 3º Diogo Mestre 51,77
Altura Adrijus Glebauskas LIT 2,22 3º Paulo Conceição 2,13
Comp. Elvijs Misans LIT 7,65 3º Ivo Tavares 7,53
Disco Andrius Gudzins LIT 67,82 4º Francisco Belo 53,71
Dardo Edis Matusevicius LIT 73,86 6º Leandro Ramos 62,74
4×100 m SL Benfica POR 39,61 (2º Enka TUR 39,85)
Classificação coletiva: 1º Enke TUR 85,5; 2º Benfica POR 83; 3º Playas de Castellón ESP 79,5; 4º Cosma LIT 78 (10 equipas)
FEMININOS
Prova Vencedor Sporting
100 m (-1,1) Ivet Lalova TUR 11,32 2ª Lorène Bazolo 11,53
400 m Malgorzata Holub TUR 52,21 2ª Cátia Azevedo 52,29
1500 m Marta Perez ESP 4.13,02 4ª Svietlana Kudzelich 4.16,52
5000 m Yasemin Can TUR 15.30,38 2ª Inês Monteiro 15.58,80
400 bar. Elif Geren TUR 57,87 3ª Andreia Crespo 59,29
Vara Molly Caudery GBR 4,40 4ª Marta Onofre 4,00
Triplo Patrícia Mamona POR 13,53 (2ª  Fátima Siame ESP 13,47)
Peso Emel Dereli TUR 17,48 2ª Jéssica Inchude 16,66
Martelo Kivileim Salman TUR 69,33 3ª Vânia Silva 60,69
4×100 m Valencia ESP 46,05 Sporting desc.
Classificação coletiva: 1º Enke TUR 89; 2º Valencia Terra i Mar ESP 82; 3º Sporting POR 76; 4º Thames Valley GBR 64 (10 equipas)

 

Deixar Resposta