Carlos Nascimento (6,69) e Lorène Bazolo (7,38) com mínimos para o Europeu de pista coberta

0
388

Os sportinguistas Carlos Nascimento, com 6,69, e Lorène Bazolo, com 7,38, ambos nos 60 metros, conseguiram este domingo mínimos para o Europeu de pista coberta de Glasgow, no decorrer da Taça AAL de Velocidade e Barreiras, no CAR do Jamor.

Foram duas excelentes provas. Na masculina, Carlos Nascimento abriu a época com uma marca (6,69) que fica a seis centésimos do seu melhor e bate o mínimo (da FPA) para o Europeu por três centésimos. Surpreendente foi o segundo lugar de André Prazeres, ex-júnior do JOMA, com 6,76 (tem 10,59 na época passada aos 100 m), à frente de Diogo Antunes, que esteve melhor na eliminatória (6,73) que na final (6,78).

foto-lorene-bazoloNa corrida feminina, Lorène Bazolo, que na semana passada ficara a dois centésimos do mínimo para o Europeu (7,38), conseguiu agora a marca exigida, ganhando uma final surpreendentemente equilibrada, já que a brasileira Tamiris de Liz (Benfica) conseguiu 7,40 e a júnior belga Delphine Nkansa (igualmente do Benfica) 7,41. Muito bem ainda Beatriz Andrade (Sporting), cujos 7,50 a colocam como 9ª portuguesa e segunda júnior de sempre, apenas superada pela recordista Lucrécia Jardim (7,42) e em igualdade com Marisa Carvalho.

Nos 60 m barreiras, Olímpia Barbosa melhorou o seu recorde pessoal de 8,29 para 8,27 e mantém o 4º lugar na lista nacional de sempre. Rasul Dabo ganhou, destacado, a prova masculina, com 7,99.

Ao ar livre, na pista 2 do Estádio Nacional, o são-tomense Omar Elkhatib, com 34,8, e Juliana Guerreiro, com 39,7, ambos juniores do Sporting, obtiveram as melhores marcas (mas manuais…) nos 300 metros.

Resultados completos no site da Associação de Atletismo de Lisboa.

Deixar Resposta