Casa Benfica Algueirão Mem Martins/Campeões nacionais em veteranos na estrada e corta-mato

0
244

A Secção de Atletismo da Casa Benfica Algueirão Mem Martins foi criada em 2009 e tem atualmente 104 atletas. Campeã nacional em veteranos na estrada e corta-mato, vence há cinco anos consecutivos o Troféu de Atletismo Sintra a Correr.

A Casa Benfica Algueirão Mem Martins (CBAMM) foi fundada em 28 de Fevereiro de 2008. No ano seguinte, nasceu a Secção de Atletismo que já tem 104 atletas. A Casa tem para além do atletismo, a Secção de Bilhar em funcionamento com 50 praticantes.

950 sócios e 104 atletas

M. Martins bAvelino D’Almeida é o presidente da CBAMM que tem a sua sede em Algueirão com 950 sócios que pagam dois euros de quotas mensais, com os atletas a pagarem apenas um euro.

Joaquim Costa é o responsável da Secção de Atletismo e também o seu treinador. Os 104 atletas que representam o clube participam em provas de estrada, corta-mato e pista. 19 deles são maratonistas.

“Todos os atletas merecem a nossa consideração porque todos eles fazem falta à equipa”

Objetivos ambiciosos

A CBAMM tem objetivos ambiciosos para esta época que passam pela revalidação dos títulos coletivos em veteranos dos Nacionais de Estrada, do Corta-Mato Longo e Curto, da Maratona e Meia Maratona. Ainda do Troféu de Atletismo Sintra a Correr, onde são vencedores crónicos há cinco anos consecutivos.

Para o vice-presidente e atleta José Piçarra, o clube está satisfeito com os resultados obtidos. Não menciona um nome que mereça uma referência especial e justifica: “todos os atletas merecem a nossa consideração porque todos eles fazem falta à equipa”.

Piçarra lamenta a falta de uma pista sintética na zona de Mem Martins.

CASA BENFICA ALGUEIRÃO-MEM MARTINS

M. Martins-LogotipoConcelho: Sintra

Ano fundação: 2008

Presidente: Avelino D’Almeida

Sócios: 950

Atletas: 104

Técnicos: 1

Orçamento: 4 mil euros

Orçamento de 4.000 euros

O orçamento da Secção ronda os quatro mil euros e para fazer face às despesas, conta com uma comparticipação da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia, do prémio como vencedor do Troféu de Atletismo Sintra a Correr, de rifas e de apoios dos atletas.

M. Martins cO CBAMM paga as inscrições para as provas federadas. Já as inscrições para as provas populares são pagas pelos atletas. As camisolas são oferecidas por Joaquim Costa com os atletas a pagarem o restante equipamento. Quanto aos transportes, os atletas utilizam as suas viaturas quando correm na região de Lisboa e alugam um autocarro quando a prova é longe.

 

Correr duas provas seguidas

Quanto a estórias, José Piçarra relata-nos uma passada este ano numa prova de crosse integrada no Sintra a Correr: ”uma atleta foi fazer a prova que não era do seu escalão e depois, teve de fazer a do seu”.

 A “ver passar os comboios”

M. Martins dEsta estória passou-se com outro atleta, também no Sintra a Correr. Estava a ver uma das provas por escalões quando percebeu que aquela, era também a sua, ao ver passar os seus colegas do mesmo escalão.

Deixar Resposta