Chuvas intensas na Índia levam corredores mensageiros a substituir meios de comunicação

0
1574

As chuvas intensas das monções deixaram inoperacionais os meios de telecomunicação indianos. O governo passou a recrutar corredores mensageiros para transmitirem informações em áreas montanhosas de difícil acesso. Já foram contratados 15 atletas, que percorrem até 43 km.

Essas medidas foram tomadas, principalmente, devido às eleições no próximo 23 de Agosto. Os mensageiros realizam a comunicação entre as assembleias de Ranikor e Tura do Sul, ambas no norte estado de Meghalaya, e o escritório mais próximo da Comissão Eleitoral.

Nenhum dos dois distritos possue estradas, só há trilhos estreitos e “caminhos alternativos” que se conectam. Por isso, é necessário que os corredores conheçam bem os caminhos. O curioso é que a região é o berço dos melhores corredores de longa distância do estado, uma vez que o afastamento exige que percorram regularmente grandes trajetos.

Os corredores mensageiros estiveram sempre presentes na história.  O mais conhecido é Fidípedes, o soldado ateniense que correu em dois dias, os 246 km que separavam Atenas e Esparta para procurar reforços, antes da batalha de Maratona.

E na Índia, de acordo com o The Telegraph, os corredores mensageiros indianos datam do século 16, quando eram contratados por comerciantes para entregar notícias comerciais. Eles eram também responsáveis por entregarem correspondência durante o domínio colonial britânico.

Deixar Resposta