Como evitar assaduras na corrida

0
813

Um dos pesadelos dos atletas que têm coxas grossas são as assaduras na corrida. Correr médias ou longas distâncias sem os devidos cuidados pode resultar em lesão na parte interna das pernas, devido ao atrito constante e da ação do suor. Entre os dermatologistas, o problema é conhecido como dermatite friccional, e os sintomas incluem vermelhidão, ardência (sobretudo no duche) e erosões.

Essa fricção constante não é exclusiva da parte interna das coxas, já que também causa assaduras na região dos seios das mulheres, sangramento dos mamilos dos homens e as temidas bolhas nos pés dos corredores. Evitar esses desconfortos é simples.

Eis uma série de alternativas para acabar com os problemas de assaduras na corrida:

• Opte por tecidos leves. Alguns materiais predispõem irritações, como os sintéticos. Para os homens, o boxer, mais extensa e colada ao corpo, é uma boa alternativa.

• Cuide bem das áreas mais sensíveis do corpo: prefira os sabonetes suaves e mantenha a pele hidratada.

• Cremes como os que contêm dexpantenol, são ótimas alternativas no pós-corrida.

• O uso de curativos nas áreas críticas como os mamilos e os pés pode ser muito útil. Em geral, os curativos em acrílico transparente conseguem proteger a pele do atrito e não descolam com o suor. Outra alternativa é optar por produtos mais gordurosos, como a geleia de vaselina, que reduz o atrito e conseguem prevenir assaduras e bolhas.

• No caso das coxas, o uso de bermudas térmicas abaixo dos shorts é ideal para isolar as pernas, reduzindo o atrito e diminuindo o risco de assaduras.

Deixar Resposta