Coronavírus: A cólera do tri medalhado olímpico, Taoufik Makhloufi, retido há quatro meses na África do Sul

0
228

“Há quase quatro meses que estou na África do Sul. Não houve evacuação, nem mesmo um gesto da parte do Estado argelino para que eu possa reentrar no país. Isto demonstra que eu sou pouco considerado, mesmo sendo campeão olímpico que defendeu e honrou a bandeira argelina”, confiou Taoufik Makhloufi, de 32 anos, nas redes sociais.

Medalhado olímpico por três vezes (ouro nos 1.500 m em Londres 2012, prata nos 800 m e 1.500 m no Rio Janeiro 2016), o argelino chegou à África do Sul em Março, para se treinar para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Mas em 27 de Março, a África do Sul fechou as suas fronteiras devido à pandemia do coronavírus. Depois, o atleta esperou uma solução da parte do seu país. Ele não é aliás, o único desportista argelino nesta situação. Vários futebolistas estão também retidos na Arábia Saudita e nadadores no Canadá.

Interpelado, o ministro argelino da Juventude e dos Desportos, assegurou estar a tentar encontrar uma solução o mais rápida possível.

Deixar Resposta