Correr à noite não prejudica o sono, aponta estudo

0
1891

Dormir bem é um dos principais princípios para um bom rendimento no exercício físico. O que costuma gerar polémica é a interferência da atividade física noturna no sono, já que existe uma crença de que correr à noite, deixa o corpo e a mente agitados, prejudicando as horas de descanso.

Um estudo realizado em 2015 por investigadores da Universidade da Corunha, ajuda a desmontar a ideia de que, para dormir bem, um atleta deve treinar obrigatoriamente durante o dia.

Os cientistas espanhóis analisaram o sono de nove voluntários, que se exercitaram durante duas semanas às 17 h ou às 21 h. A terceira semana de testes serviu como controle e não houve exercícios físicos. Em todos os exercícios físicos, os voluntários correram durante 20 minutos.

Os resultados das duas semanas de exercício, em comparação com a semana de controle, indicam que não há mudanças significativas na qualidade e na quantidade de horas do sono noturno. Houve, entretanto, uma alteração na atividade cardíaca, que aumentou nas semanas de exercício, voltando porém, depois ao normal.

Embora os resultados dos exames não tenham apontado nenhuma anormalidade, os voluntários relataram que, com os treinos noturnos, tiveram um sono de qualidade inferior.

 

Deixar Resposta