Correr na chuva: boa postura, roupa adequada e hidratação são ideais

0
2131

Tempestades com raios e treinos com saúde debilitada são únicos poréns da prática, que pode ser bastante refrescante em dias quentes

Aí temos finalmente a chuva que tanta falta tem feito! Há quem goste de correr com ela, muitos nem por isso. Se nos treinos, ainda podemos adiar para o dia seguinte, quando chega o dia da prova, não há nada a fazer senão enfrentá-la.

Quantas vezes planeamos um treino mas temos São Pedro a querer estragar os nossos planos de correr? Mas a chuva não precisa ser um empecilho para a atividade física, desde que sejam respeitados alguns conselhos: correr engripado ou a sair de um resfriado, não é uma boa ideia; assim como sair de casa com incidência de raios durante uma tempestade. De resto, siga alguns conselhos e aproveite o momento para colocar a mente e o corpo em dia.

Aquecimento, terreno regular, boa postura e roupas secas após os treinos garantem um ótimo desempenho. Na chuva, evite lugares desconhecidos e com terreno irregular. Buracos escondidos por poças de água podem causar entorses do tornozelo e problemas no joelho.

corrida chuvaPara fugir da água que vem em direção ao rosto, a tendência é baixar a cabeça e inclinar o tronco para a frente. Essa postura mantida num treino longo pode causar dores na coluna. Deve antes procurar um trajeto onde a água não vá diretamente contra o seu rosto.

Um bom aquecimento é fundamental antes da corrida e no final, é importante trocar rapidamente as roupas molhadas para não deixar o corpo frio.

Ingerir cinco porções diárias de frutas, verduras e legumes garante o acúmulo de vitaminas e minerais.

Apesar da crença que sugere que exercícios na chuva podem afetar o sistema imunológico, os cientistas já comprovaram que a queda da temperatura corpórea aumenta o nível de atividade das células de defesa do corpo.

Há quem seja um grande fã de correr na chuva, achando ser uma sensação maravilhosa. Logicamente, não deve ficar parado com a roupa molhada, expondo-se ao vento ou frio. Basta estar bem fisicamente, com o sistema imunológico em dia (boa alimentação e atividade física) que não há resfriado que apareça.

Enfim, correr na chuva, desde que não seja sob raios e com a saúde debilitada, não tem qualquer problema. Porém, o que vestir? Um casaco impermeável e um boné para facilitar a visão, são suficientes. Se o tempo abrir, use roupas com tecidos sintéticos, óculos escuros e protetor solar, além do boné. Assim, a combinação isolamento térmico, troca de ar, absorção e transporte de humidade, além do conforto, estão presentes no treino.

Para a conservação dos ténis, é preciso ter os devidos cuidados com eles, que podem-se estragar muito cedo. Para preservar os sapatos, eles devem ser colocados para secar o mais rapidamente possível e, de preferência, com spray antibactericida.

Também uma boa alimentação garante a qualidade do treino. É importante ter as vitaminas do corpo em dia. Com uma boa imunidade, pode-se correr onde e quanto quiser.

É fundamental manter a imunidade equilibrada através da boa alimentação, prática moderada de atividade física e repouso. Ingerir cinco porções diárias de frutas, verduras e legumes, garante o acumular de vitaminas e minerais, potentes antioxidantes que atuam estimulando o sistema imunológico e combatendo os radicais livres. Além disso, consumir vitamina C presente nas frutas cítricas, iogurte e leite fermentado, além de gorduras como o azeite e oleaginosas, atuam na melhoria do processo de defesa do organismo.
Não se esqueça de manter a hidratação constante, pois mesmo sob chuva, o corpo perde líquidos através da transpiração e precisa de reposição adequada.

 

Deixar Resposta