Corrida com os Campeões/Triunfos de Tiago Matias e Filomena Santos

0
1708

“Corrida com os Campeões” é uma bonita designação para uma prova onde os atletas populares podem correr ao lado dos melhores atletas nacionais. Quantas modalidades desportivas podem ter lado a lado o campeão nacional, mundial ou olímpico com o mais simples praticante?

O Estádio Nacional voltou a ser o palco da 26ª edição do Campeonato Nacional de Estrada. 15 minutos após a partida das atletas federadas, os restantes participantes do Campeonato Nacional e Prova Aberta, federados e populares, partiram da degradada pista do Estádio, percorrendo 10 km num percurso difícil, com várias subidas e descidas mas muito agradável à vista, sob a vigilância do rio Tejo.

Nacional Estrada 2019-partida 3Durante o percurso, os atletas cruzaram-se várias vezes e deu para vermos uma atleta (?) a cortar caminho. Quando passámos por ela e lhe chamámos batoteira, desatou a rir. Pois é, devem ser esses os valores que ela transmite aos filhos (se os tem).

Do Campeonato Nacional de Estrada, já Arons de Carvalho tratou devidamente em crónica à parte.

Na Prova Aberta, venceu Tiago Matias (CA Penafirme) em 34m21s, seguido de Nuno Rocha (Natural Force) a 11 segundos e Diogo Silva (AC Batalha) a 1m51s.

Em femininos, Filomena Santos (Correr Lisboa) venceu destacada em 42m12s, com Ana José (Renault Run Club) a 1m47s e Ana Francisco (SRCDRF Monte Godel) a 3m09s. Mas na classificação provisória, esta aparece outra vez em 5º lugar com 46m05s. Algo está errado.

Menos participantes

Classificaram-se 355 populares, contra os 520 do ano passado. Na parte federada, classificaram-se agora 1.008 contra os 968 do ano passado. Tivemos assim no total, 1.363 participantes, contra os 1.489 de 2018.

A organização esteve excelente, merecendo os elogios dos participantes. O serviço médico de apoio funcionou algumas vezes com ambulância a socorrer alguns atletas.  Houve que se sentisse mal durante o percurso, tendo vomitado inclusive. Muitos não terão sabido lidar devidamente com a hora da prova e ter-se-ão alimentado de forma menos conveniente.

A lamentar, a ausência dos vários canais televisivos na transmissão direta da prova. Quando se transmite por exemplo em direto, o Grande Prémio do Natal (e muito bem) e não se transmite o Campeonato Nacional, algo está errado.

DENISE PEREIRA/RUN CROSS TRAIL (REGIÃO DE LEIRIA)

Nacional Estrada 2019-Denise PereiraTem 35 anos e é escriturária. Corre há cinco anos e estreou-se na S. Silvestre da Batalha. Treina seis vezes por semana e os 10 km são a sua distância preferida na estrada e 15/20 km no trail, onde corre mais vezes. Costuma fazer exames médicos de rotina e quanto a cuidados com a alimentação antes das provas, disse-nos “mais ou menos”. Não teve nenhuma lesão no último ano e quanto ao percurso da prova, achou-o difícil. Gostou da organização e correu como federada, tendo-se classificado em 561º lugar e 5º do escalão com 41m53s.

ANTÓNIO SANTOS/LEÕES DA FLORESTA (COVILHÃ)

Nacional Estrada 2019-António SantosTem 54 anos e é técnico postal dos CTT. Corre há seis anos e estreou-se na Corrida do 1º Maio na Covilhã (10 km). Treina quatro vezes por semana e ainda faz ciclismo. A sua distância preferida é a meia maratona e costuma fazer exames médicos de rotina. Tem cuidado com a alimentação antes das provas e esteve lesionado no último ano. Classificou o percurso como excelente e a organização como boa. Correu como federado tendo ficado em 771º na geral e 72º no escalão com 47m11s.

ANA MARTINS/FALCÕES SELVAGENS

Nacional Estrada 2019-Ana MartinsTem 51 anos e é funcionária pública. Corre há sete anos e estreou-se na S. Silvestre da Amadora. Não tem treinado no último ano e a sua distância preferida são os 10 km. Costuma fazer exames médicos de rotina, não se preocupa com a alimentação antes das provas e não teve lesões no ano passado. Classificou o percurso como bonito mas difícil. Gostou da organização e correu a Prova Aberta, tendo sido a 281ª com 62m12s.

JOSÉ SILVÉRIO/CASA BENFICA DE ALGUEIRÃO/MEM MARTINS

Nacional Estrada 2019-José SilvérioTem 79 anos e está reformado. Corre há 39 anos e estreou-se num Corta-Mato em Rio de Mouro. Treina quatro vezes por semana e as suas distâncias preferidas são os 800 e 1.500 metros na pista. Costuma fazer exames médicos de rotina, esteve lesionado no último ano e não se preocupa com a alimentação antes das provas. Gostou do percurso e da organização. Correu como federado tendo sido o 984º da geral e 8º do escalão com 64m05s.

RESULTADOS III CORRIDA COM OS CAMPEÕES/OEIRAS (12/01)

Masculinos

1º Tiago Matias (CA Penafirme) 34.21; 2º Nuno Rocha (Natural Force) 34.33; 3º Diogo Silva (AC Batalha) 36.12; 4º Nuno Romão (GFD Running) 36.33; 5º Flávio Santos (FFPMU) 36.43; 6º Nelson Santos (CA Penafirme) 37.33; 7º Tiago Henoch (Scalabis Night Runners) 37.58; 8º Armindo Teixeira (SC Casainhos) 38.44; 9º Telmo Nogueira (Telmo M Nogueira) 38.59; 10º António Santos (Indiv.) 39.02

Femininos

1ª Filomena Santos (Correr Lisboa) 42.12; 2ª Ana José (Renault Run Club) 43.59; 3ª Ana Francisco (SRCDRF Monte Godel) 45.21; 4ª Isabel Moleiro (SS CGD) 45.57; 5ª Ana Francisco (SRCDRF Monte Godel) 46.05; 6ª Susana Rodrigues (Zimbra Fox Runners) 46.10; 7ª Noémia Sequeira (SS CGD) 47.59; 8ª São Varela (Cofina) 48.37; 9ª Ana Isabel Almeida (Correr Lisboa) 48.55; 10ª Raquel Moreira (Runners da Frente Ribeirinha Póvoa Santa Iria) 49.17

Resultados completos em: www.fpatletismo.pt/campeonato-nacional-de-estrada-0

 

 

 

Deixar Resposta