Cubano Javier Sotomayor ofendido com proposta de anulação de recordes

0
2584

Alguns dos atletas que ainda detêm recordes mundiais, veem levantado a sua voz contra a proposta da Associação Europeia de Atletismo (EAA) de anular os recordes europeus e mundiais anteriores a 2015.

Para além de Mike Powell, recordista mundial do salto em comprimento, chegou agora a vez de Javier Sotomayor, recordista mundial do salto em altura, se mostrar muito ofendido com a EAA.

O recorde de Sotomayor foi fixado em 2,45 metros em 1993, em Salamanca. O ex-atleta e atual vice-presidente da Federação de Atletismo de Cuba, afirmou que vários recordistas mundiais se sentem também muito ofendidos pela proposta de alteração dos recordes.

A proposta pretende anular os recordes europeus e mundiais anteriores a 2005, numa tentativa de acabar com dúvidas levantadas sobre a legitimidade dos mesmos. Neste sentido, todos os recordes antes de uma data ainda a ser definida, seriam incluídos na categoria ‘velhos recordes da Europa’, com o objetivo de ter os desempenhos menos propensos a dúvidas quanto à sua obtenção com possível recurso ao doping. A proposta ser vai discutida na IAAF em Agosto próximo.

Para Sotomayor, “é como se quisessem tirar valor à performance, talento e todo o trabalho necessário para atingir estas marcas excecionais. Estas pessoas querem manchar estes resultados, quase apagá-los, porque se não voltarem a aparecer nos livros, tornam-se sucessos esquecidos”, acrescentou o antigo atleta.

 

 

 

 

Deixar Resposta