Curiosidades da presença portuguesa no Mundial de Doha

0
824

– 15 atletas em Mundiais é o quarto mais fraco registo em 16 edições

– É apenas a terceira vez (e seguida) que há mais mulheres que homens na equipa portuguesa… e por boa margem: 7-9 em 2015, 8-12 em 2017, 4-11 em 2019

– O número mínimo de atletas masculinos era de sete; o número máximo de atletas femininos é de 13, mas em oito campeonatos elas variaram entre 10 e 12

– No primeiro Mundial em 1983, a equipa portuguesa (11 atletas) foi formada exclusivamente por fundistas (acima de 1500 m) e marchadores (10 e 1, respetivamente). Só em 2017, o número de fundistas e marchadores foi inferior a 50 por cento (45%): Agora é de 27 por cento (um fundista e três marchadores em 15 atletas)

– João Vieira estará pela 11ª vez em Mundiais, igualando Susana Feitor; Inês Henriques fará o 9º Mundial, Nelson Évora o 7º e Ana Cabecinha o 5º.

– Haverá apenas três estreantes portugueses em Mundiais: Evelise Veiga, Liliana Cá e Mara Ribeiro

– Portugal tem como melhor, quatro medalhas (duas de ouro) em Atenas’1997; 6 finalistas (8 primeiros) em Atenas’1997 e Daegu’2011; 17 semifinalistas (16 primeiros) em Berlim’2009; 34 pontos com base nos 8 primeiros em Atenas’1997 (14º lugar); e 128 pontos com base nos 16 primeiros em Berlim’2009

Deixar Resposta