Décio Andrade, Salomé e Patrícia nas finais do Europeu sub’23

0
480

Décio Andrade, no martelo, e Salomé Afonso e Patrícia Silva, nos 1500 m, conseguiram o apuramento para as respetivas finais (com 12 concorrentes cada) no Campeonato da Europa de Sub’23 que esta sexta-feira teve a sua 2ª jornada. As duas corredoras de 1500 m foram respetivamente 1ª (com 4.21,16) e 3ª (com 4.22,26) na segunda série, que foi sete segundos mais rápida que a primeira. Décio Andrade, com 68,06 no martelo, foi 9º na qualificação e teve outro lançamento a 67,58 que teria sido também suficiente para a qualificação. A final do martelo será este sábado (às 15.55 h) e a dos 1500 m no domingo (16.25 h).

Entretanto, nos 110 m barreiras, Paulo Neto foi 5º com um recorde pessoal (por sete centésimos) de 14,21 (v:+0,7), o 16º tempo entre os 24 semifinalistas. Nas meias-finais de 100 m, Frederico Curvelo foi 7º na sua série, com 10,79 (v:-1,2), o 12º tempo entre os 16 semifinalistas. Já João Coelho foi 7º na sua meia-final de 400 m, com 47,49, o 14º tempo entre os 16 semifinalistas.

Na final de 10000 m, Manuela Martins foi 15ª com um recorde pessoal de 35.14,16; Sara Duarte foi 21ª com 36.09,55 (recorde pessoal por três centésimos!); e Helena Alves desistiu. Competiram 23 atletas.

Os restantes portugueses que atuaram nesta 2ª jornada não foram felizes. Ruben Antunes foi 15º na qualificação do martelo entre 24 concorrentes, com 65,03. Andreia Pingueiro foi 10ª na sua eliminatória de 1500 m, com 4.38,53, o 22º tempo entre 24 concorrentes às duas séries. José Carlos Pinto foi 7º na sua eliminatória de 800 m, com 1.51,01, o 14º tempo entre 17 concorrentes. Nos 3000 m obstáculos, Tomás Silva, que correu na 2ª série, foi 10º com 9.09,17, o 18º tempo entre 31 concorrentes. Na 1ª série, Simão Bastos foi 15º com 9.29,16 e Jorge Moreira desistiu após queda.

Este sábado, para além de Décio Andrade na final do martelo e de Frederico Curvelo na meia-final de 200 m, Cláudia Ferreira estará na qualificação do dardo (9.00 h), Emanuel Sousa na do disco (11.40 h) e Jéssica Barreiro na do comprimento (11.20 h).

Entretanto, nas finais do dia, verificaram-se os seguintes vencedores, com realce para a melhor marca europeia do ano do grego Tentóglou no comprimento (8,32) e para o recorde dos campeonatos da alemã Alina Reh, que liderou os 10000 m desde a primeira volta e terminou com 50 segundos de vantagem!

100 m (M) – Henrick Larsson (SUE) 10,23 (v:+2,2)

110 bar. – Jasom Joseph (SUI) 13,45 (v:+1,4)

Comprimento (M) – Miltiádis Tentóglou (GRE) 8,32 (v:+0,9)

Peso (M) – Konrad Bukowiecki POL 21,51

100 m (F) – Ewa Swoboda (POL) 11,15 (v:+0,6)

10000 m (F) – Ali Reh (ALE) 31.39,34

100 bar. – Elvira Herman (BLR) 12,79 (v:+1,8)

Triplo (F) – Diana Zagainova LIT 13,89 (v:+0,4)

Disco (F) – Marija Tolj (CRO) 62,76

Martelo (F) – Sofiya Palkina (RUS) 71,08

Heptatlo (F) – Géraldine Ruckstuhl (SUI) 6274 p.

Deixar Resposta