Defesa de Oscar Pistorius recorre contra o aumento de pena de prisão para 13 anos

0
1601

Em Novembro, a justiça ampliou a sua pena pelo assassinato da namorada

A defesa do campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius recorreu no Tribunal Constitucional da África Sul da decisão que aumentou a sua pena para 13 anos e cinco meses pelo assassinato da sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela agência Reuters após consultar documentos judiciais.

A nova pena em 24 de novembro. Em julho de 2016, ele tinha sido condenado a seis anos de reclusão, pena inferior aos 15 anos pedidos pelo promotor de justiça. Por isso, os promotores recorreram da decisão.

pistoriusEm agosto, a agência Reuters noticiou que o ex-atleta tinha sido levado ao hospital com ferimentos nos pulsos. O porta-voz do Departamento de Serviços Correcionais, Manelisi Wolela, declarou que Pistorius negou especulações de que tenha tentado o suicídio.

No início desse mês, Pistorius ficou levemente ferido após uma rixa na prisão. O sul-africano teve uma contusão depois de discutir com outro presidiário pelo uso de um telefone na cadeia. Segundo informou um porta-voz da administração prisional, a confusão aconteceu no centro correcional de Atteridgeville, nos arredores de Pretória. A imprensa local divulgou que os presos esperavam para utilizar o telefone e perderam a paciência quando Pistorius excedeu o tempo de utilização.

 

Deixar Resposta