Descalabro na Taça da Europa de 10000 m

3
1277

Correu muito mal à seleção portuguesa a edição da Taça da Europa de 10000 m, hoje realizada em Londres. Da equipa feminina, que aspirava ao primeiro lugar coletivo, desistiram nada menos de três atletas (Dulce Félix, Jéssica Augusto e Sara Moreira) e as três outras ficaram aquém da sua valia, levando a que a equipa fosse apenas 7ª entre 8 seleções. A melhor foi Salomé Rocha, 10ª com 32.33,43. Catarina Ribeiro foi 25ª na série A (31ª no conjunto), com 33.39,89 e Susana Godinho foi 7ª na série B (32ª na geral) com 33.40,91. Triunfou (tal como no ano passado) a israelita (de origem queniana) Lonah Chemtai Salpeter, com 31.15,78, embora a prova tenha sido ganha pela britânica Stephanie Twell, que correu extra (31.08,13). Coletivamente, triunfou a Grã-Bretanha, seguida da Espanha e Itália.

No setor masculino, Portugal apresentava-se sem aspirações, com apenas dois atletas, que correram na série B. Daniel Gregório foi 13º (44º no geral) com 29.33,73, batendo o recorde pessoal por quase um segundo (96 centésimos). António Pedro Rocha desistiu. O vencedor da série principal foi o britânico Ben Connor, em 27.57,55. A Grã-Bretanha triunfou igualmente por equipas, seguida da Itália e Espanha.

3 Comentários

  1. É inacreditável como podem logo as tres desistido. Como tal é possivel???? Uma anedota assim Só mesmo portuguesa!!!

Deixar Resposta