Dor no nervo ciático: causas e tratamentos

0
339

A dor no nervo ciático atinge cerca de 6% da população, sendo mais comum entre as mulheres do que entre os homens. Uma das principais causas de dor no nervo ciático é a hérnia do disco, que comprime a raiz do nervo na coluna vertebral, gerando dor. A dor ciática também pode ser causada por inflamação do nervo, hérnia de disco, mudanças posturais da gravidez, anormalias anatómicas do nervo ciático, contraturas musculares, esforço e movimentos bruscos da coluna, entre outras causas.

dor ciática 2A dor ciática caracteriza-se como uma dor persistente, semelhante a pequenos choques elétricos, sentida ao longo do trajeto do nervo ciático (coluna lombar, região posterior da coxa, pernas e pés). Pode vir acompanhada de formigueiro, dormência ou fraqueza muscular no membro afetado e piora com o movimento. Nos casos mais graves, pode haver dificuldade em caminhar.

O início da dor no nervo ciático pode ser lento ou súbito, tipo agulhadas, com tendência para agravar ao sentar-se ou estender o membro inferior. Pode afetar ambas as pernas, embora seja mais comum acometer apenas um lado.

O nervo ciático é o mais longo do corpo: começa na coluna lombar, passa pelas nádegas e região posterior da coxa, estendendo-se até a perna. A dor pode atingir qualquer ponto do trajeto do nervo.

Em geral, a dor ciática costuma desaparecer após uma ou duas semanas, mas pode voltar se a causa persistir e não for tratada.

Devemos lembrar que a dor no nervo ciático não é uma doença em si, mas sim um sintoma de que algo não está bem. Se a dor persistir, consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou neurologista para fazer uma avaliação e receber o tratamento adequado.

A sua relação com o desporto

Qualquer exercício físico pode contribuir para o aparecimento de micro lesões, que podem gerar um quadro inflamatório agudo. Porém este quadro agudo é importantíssimo para promover adaptações como a hipertrofia muscular, por exemplo.

Antes de iniciar a prática de atividades físicas, é importante fazer uma avaliação médica, para diagnosticar possíveis alterações posturais e desequilíbrios musculares que possam contribuir para a síndrome do piriforme.

O que fazer?

Para melhorar da dor no nervo ciático, algumas medidas podem ser tomadas:

  • Repouso relativo, ou seja, o/a paciente pode movimentar-se e ir trabalhar, mas não deve carregar pesos, fazer muito esforço físico ou permanecer sentado por muito tempo;
  • Analgésicos e anti-inflamatórios;
  • Fisioterapia;
  • Orientações ao/à paciente quanto aos cuidados com a postura;
  • A acupuntura tem efeitos comprovados cientificamente no alívio da dor ciática.

Se o tratamento clínico não for suficiente e houver compressão significativa do nervo, com comprometimento neurológico, o/a médico pode optar pela cirurgia, embora essa medida seja indicada na minoria dos casos, uma vez que a maior parte das vezes, responde bem ao tratamento convencional.

O tratamento da dor ciática pode ser iniciado pelo/a clínico/a geral ou médico/a de família que poderão encaminhar ao/a neurologista em caso de necessidade.

 

Deixar Resposta