Eliud Kipchoge quer defender em Tóquio título olímpico da maratona

0
159

“Se for selecionado, estarei lá”, assegurou Eliud Kipchoge à agência Reuters, ontem em Nairobi. “Está dentro do meu espírito e creio que quando o momento surgir, eu estarei na linha de partida”.

Kipchoge, detentor do recorde mundial com 2h01m39s em 2018 e o primeiro homem a correr a distância em menos de duas horas (1h59m40s este Outubro), quer assim defender o título conquistado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Acerca da transferência da maratona olímpica de Tóquio para Sapporo devido ao elevado calor e humidade esperados na capital, Kipchoge comentou: “penso que as medalhas são as mesmas. Estarei entre os competidores, não me queixo, estou nas mãos do COI e pouco importa o local escolhido”.

Kipchoge abordou ainda a questão dos sapatos da Nike que utilizou para correr a maratona em Viena em menos de duas horas em Outubro último. “Este mundo está cheio de desenvolvimento e o desenvolvimento vem com a tecnologia”, declarou ele. “Eu creio que mesmo no setor do calçado, a tecnologia tem o seu lugar. Não é uma grande vantagem, não é uma alta tecnologia… Com efeito, os sapatos ajudam o corredor a recuperar mais depressa, sobretudo após uma maratona… É um sapato normal, é o ser humano que corre”.

Deixar Resposta