Escocês de 80 anos bate recorde mundial a uma média de 4m41s por km

0
1638

O escocês George Black, corredor de 80 anos de idade, correu a distância de quatro milhas (6,436 km) em 30m10s, a uma média de 4m41s/km, estabelecendo a melhor marca da história para atletas acima de 80 anos na distância.

O recorde foi batido numa prova na cidade de Portobello, na Escócia. O desempenho de George Black pode ser medido pela diferença entre o seu tempo e o antigo recorde mundial. O escocês superou em mais de 7 minutos a anterior marca.

“É bom estar batendo recordes e não ossos”, brincou o novo recordista mundial, referindo-se a uma queda sofrida numa prova de trail em Agosto do ano passado, em que sofreu algumas fraturas. “Foram 18 minutos de desconforto, 8 de dor e 4 de pura agonia”, comentou sobre o seu desempenho para obter o recorde.

George, que começou a correr aos 42 anos, já tinha estabelecido outra importante marca, dias antes do recorde mundial, ao fazer 5 km em 24m34s (média de 4m55s/km) e estabelecer o recorde britânico da distância para corredores acima dos 80 anos de idade.

Segundo ele, o desporto é que o tira de manhã da cama, desde que a sua esposa morreu, há oito anos. “É a minha vida social. Treino com as pessoas às 8 h da manhã e tenho muitos amigos. É preciso algo para te motivar a sair de casa”, conta.

George, que afirma ter a intenção de incentivar as pessoas mais velhas a continuar a correr, treina diariamente e corre entre 50 e 65 km semanais, embora fizesse aproximadamente 200 km por semana quando era mais jovem. Portugal também tem um grande exemplo neste escalão de 80 anos, Armando Aldegalega, um exemplo para os mais velhos e os mais novos.

Deixar Resposta