Estrangeiros não correm na São Silvestre de Luanda

0
2402

A edição de 2017 da São Silvestre de Luanda, que decorre tradicionalmente no último dia do ano, não vai contar com atletas estrangeiros.

Os prémios vão ser pagos em Kwanzas e segundo Joaquim Dombaxi, membro da comissão organizadora em declarações à agência Lusa, ” dificuldades financeiras, mais precisamente a falta de divisas, estão na base da não participação de atletas estrangeiros.”

Já o ano passado e devido às mesmas razões, não participaram atletas de países de expressão portuguesa, como era habitual. No entanto, em 2015 participaram atletas do Quénia, Etiópia, Namíbia, África do Sul, República Democrática do Congo, Tanzânia, Camarões e Bahrain.

Outra alteração é em relação a quem recebe prémios. Nos anos anteriores os primeiros 15 da classe masculina e as primeiras 12 atletas femininas a chegar à meta recebiam prémio monetário. Este ano apenas os três primeiros são premiados.

A 61ª edição da São Silvestre começa no largo de Mutamba às 17h e tem um percurso de dez quilómetros.

 

Deixar Resposta