Europeu Berlim – Dia 10 tarde/Vítor Ricardo Santos é 7º na final dos 400 metros

0
318

21.33

O mano mais novo dos Ingebrigtsen vence final dos 1.500 metros

Numa final em que estavam presentes os três irmãos Ingebrigten e se aguardava um possível triplete nas medalhas, coube ao mais novo, Jakob, a vitória bem apertada em 3.38,10. Já nos últimos metros e vindo de trás, o polaco Marcin Lewandowski chegou à prata a escassos quatro centésimos de Jakob, com o britânico Lake Wightman a ser terceiro com 3.38.25.

Os outros dois Ingebrigten ficaram em 4º (Henrik) e em 12º (Filip).

21.27

Pascal Martinot-Lagarde surpreende Sergey Shubenkov nos 110 m barreiras

Final emocionante com o francês Pascal Martinot-Lagarde a surpreender o grande favorito, o russo Sergey Shubenkov, ambos creditados em 13,17 s, mas separados por dois milésimos! O espanhol Orlando Ortega chegou ao bronze em 13,34.

21.23

Alemã Christin Hussong vence dardo com mais de 6 metros de avanço!

Incrível a superioridade demonstrada pela alemã Christin Hussong que venceu o lançamento do dardo com 67,90 m, novo recorde dos campeonatos. O seu avanço cifrou-se em 6,05 m (!) sobre a checa Nikola Ogrodnikova e 6,31 da lituana Liveta Jasiunaite.

21.19

Grécia com ouro no triplo salto

As três primeiras classificadas no final da 1ª série de três saltos mantiveram as suas posições no final. Venceu assim a grega Paraskevi Papahristou com 14,60 m, seguida da alemã Kristin Gierish com 14,45 e da espanhola Ana Peleteiro com 14,44. Susana Costa foi 11ª com 13,97.

21.16

Ucrânia com ouro e bronze nos 800 m femininos

Final bem disputada com as quatro primeiras separadas por apenas 48 centésimos. A Ucrânia chamou a si o ouro e o bronze através de Nataliya Pryshchepa em 2.00,38, com a francesa Renelle Lamote a ficar com a prata em 2.00,62. Olha Lyakhova foi terceira com 2.00,79.

20.28

Mariya Lasitskene reina na altura

A russa Mariya Lasitskene confirmou o favoritismo que lhe era atribuído ao vencer o salto em altura com a marca de 2,00 m, falhando depois a fasquia a 2,04. A búlgara Mirela Demireva foi uma surpreendente segunda com 2,00, novo recorde pessoal. A alemã Marie-Laurence Jungfleisch foi bronze com 1,96. Desilusão para a ucraniana Yuliya Levchenko, a única a quebrar uma série de vitórias de Lasitskene, ao ser apenas nona com 1,91.

20.20

Vítor Ricardo Santos é 7º na final dos 400 metros

Vítor Ricardo dos Santos cometeu a proeza de ser o primeiro português a chegar a uma final dos 400 metros, com um recorde nacional de 45,14.

Agora na final, Ricardo tinha o pior dos tempos dos oito finalistas. Acabou em 7º lugar com 45,78 s, numa final mais lenta que na meia-final onde ele participou. O 2º de agora, Kevin Borlée fez apenas 45,13, mais dois centésimos do que tinha então feito Ricardo.

Venceu o britânico Matthew Hudson-Smith em 44,78 com outro Borlée, Jonathan, a ficar com o bronze em 45,19.

20.03

Ouro para a suíça Lea Sprunger nos 400 m barreiras

Prova bem disputada entre as duas primeiras com a suíça Lea Sprunger a impor-se em 54,33. Anna Ryzhykova ficou com a prata ao terminar em 54,51 e a britânica Meghan Beesley, com o bronze em 55,31.

20.00

Susana Costa é 11ª e falha três saltos finais no triplo

A prova do triplo-salto está a meio depois de todas as atletas terem efetuado três saltos. Comanda a grega Paraskevi Papahristou com 14,60 m, seguida da alemã Kristin Gierish com 14,45 e da espanhola Ana Peleteiro com 14,42.

Susana Costa esteve abaixo do que mostrou na qualificação e ficou-se pelos 13,97 com os outros dois saltos a valerem apenas 13,78 e 13,87.

19.52

Nafissatou Thiam ganha heptatlo

Nos 800 metros, última prova do heptatlo, Lecabela Quaresma correu na 1ª série sendo terceira com 2.14,70 que valeu 897pontos e um 16º lugar final (entre 22 atletas) com 5.950 pontos, a sua melhor pontuação da época.

A terceira e última série definiu o título de campeã europeia que veio a sorrir à belga Nafissatou Thiam com 6.816 pontos, seguida da britânica Katerine Johnson-Thompson com 6.759 e da alemã Carolin Schafer com 6.602.

Não foi uma vitória fácil para Nafissatou pois Katerine venceu os 800 metros com a sua melhor marca da época, 2.09,85, deixando a sua rival a quase dez segundos!

19.00

Loréne Bazolo eliminada nos 200 metros

Uma missão muito difícil esperava Lorène Bazolo na 1ª série das meias-finais dos 200 metros, prova onde eram apuradas as duas primeiras das três séries e repescados os dois melhores tempos.

Bazolo tinha o pior tempo das oito participantes da sua série e acabou em 7º lugar com 23,80, longe dos 23,47 conseguidos esta época. Venceu destacada a britânica Dina Asher-Smith em 22,33.

No conjunto das três séries, Bazolo foi a 22ª entre 23 concorrentes.

Deixar Resposta