Europeu Berlim – Dia 11 tarde/Marca Ingebrigtsen com ouro e prata nos 5.000 m

0
2304

Liliana Cá é 7ª no disco, Evelise Veiga é 8ª no comprimento e Irina Rodrigues é 9ª no disco

23.58

Finais dos 400 m e 4×400 m femininos separadas por hora e meia!

Incompreensível a final dos 400 metros femininos às 19.12 e a final dos 4×400 metros pouco mais de hora e meia depois! Quem foi a mente brilhante da Associação Europeia que teve semelhante ideia e quem o secundou?

A Polónia encerrou a jornada da tarde com chave de ouro ao ganhar mais uma medalha de ouro em 3.26,59. Secundaram-na a França em 3.27,17 e a Grã-Bretanha em 3.27.40.

20.49

Ouro na altura para a Alemanha

O alemão Mateusz Przybylko foi medalha de ouro com um salto a 2,35 m. O bielorusso Maksim Nedasekau foi prata com 2,33 deixando o bronze para o russo Ilya Ivanyuk com 2,31.

20.46

Bélgica ganha 4×400 m masculinos em final dramática para a Espanha

Numa final emocionante, a Espanha perdeu a hipótese histórica de ganhar a medalha de ouro ao entrar na reta final com o seu melhor atleta, Bruno Hortelano, bem destacado. Mas a Bélgica tirou um Borlée da cartola e lá se foi o sonho espanhol. Venceu a Bélgica em 2.59,47, com a Grã-Bretanha ainda a chegar ao segundo lugar com 3.00,36, aproveitando a fraqueza de Hortelano que nos metros finais, se limitou a segurar o bronze em 3.00,78.

 

20.41

Sandra Perkovic derrota armada alemã no disco

Sem surpresa a final do lançamento do disco com a croata Sandra Perkovic a vencer em 67,62 m (5º ensaio). Nos três lugares imediatos ficaram três alemãs. Nadine Muler foi segunda em 63,00 e Claudine Vita em 61,23.

Nas portuguesas, Liliana Cá conseguiu um honroso 7º lugar com 58,91 e Irina Rodrigues acabou por ser nona com 58,00, sendo afastada dos três últimos lançamentos.

20.30

Alemã Malaika é campeã no comprimento

No salto em comprimento com um fraco nível, a alemã Malaika Mihambo sagrou-se campeã europeia com 6,75 m. A ucraniana Maryna Bekh chegou à prata no último salto com um salto de 6,73 enquanto o bronze ficou entregue à britânica Shara Proctor com 6,70.

Evelise Veiga manteve o oitavo lugar que detinha no final da primeira série de três saltos com 6,47. Nos três últimos saltos, fez 6,14; 6,30 e nulo.

20.25

Marca Ingebrigtsen vale ouro e prata nos 5.000 metros

Não sabemos quanto valerá a marca Ingebrigtsen na Noruega mas o seu valor terá certamente subido em flecha depois deste Europeu. Depois de ontem o mano mais novo – Jacob -dos três ter conquistado o ouro nos 1.500 metros, hoje foi a vez de ele colocar o seu nome na história dos Europeus ao vencer os 5.000 metros em 13.17,06, novo recorde europeu sub20. O mano Henrik foi segundo em 13.18,75 com o francês Morhad Amdouni a contentar-se com o bronze com o registo de 13.19,14.

20.19

Dina Asher Smith faz dobradinha nos 100 e 200 metros

Grande final nos 200 metros com a britânica Dina Asher-Smith a repetir o ouro dos 100 metros na melhor marca mundial da época, 21,89 s. A Holanda esteve em plano de destaque ao conquistar as medalhas de ouro e prata através de Dafne Schipers em 22,14 e Jamile Samuel em 22,37.

19.48

Evelise Veiga termina 1ª série de três saltos em oitava

Evelise Veiga saltou sucessivamente 6,47 m, 6,39 e nulo e conseguiu passar aos três saltos finais ao ser oitava. Comanda a alemã Malaika Mihambo com 6,75.

19.43

Polaco Adam Kszczot domina 800 metros

Grande começo da Polónia que na segunda final da tarde, ganhou a segunda medalha de ouro.

Após uma primeira volta muito lenta, o francês Pierre Ambroise Bosse imprimiu um forte andamento que esfrangalhou o grupo. Mas à entrada da reta final o polaco Adam Kszczot passou para a frente e venceu sem contestação em 1.44,59, com o sueco Andras Kramer a ser um surpreendente segundo em 1.45,03, novo recorde nacional. Bosse ficou com o bronze em 1.45,30.

Entretanto, no disco, as duas portuguesas Irina Rodrigues e Liliana Cá fizeram nulo no primeiro ensaio. Mas no segundo, Irina esteve bem ao lançar a 58 metros que lhe dá para já o 4º lugar. As primeiras ao fim de três lançamentos oito terão direito a três lançamentos finais.

19.23

Polaca Justyna ganha 400 metros dramáticos

Na primeira final da tarde, a polaca Justyna Swiety-Ersetic venceu em 50,41 s, num sprint dramático depois da grega Maria Belibasaki ter comandado a prova até ao último metro. A grega ficou a escassos 4 centésimos da polaca com a holandesa Lisanne de Witte a ser terceira em 50,77. Recordes nacionais para a grega e holandesa.

Evelise Veiga é 4ª ao fim do 1º salto em comprimento

Decorre a final do comprimento com Evelise veiga a ser quarta no primeiro salto com 6,47 m. São apuradas as oito primeiras para os três saltos finais.

Depois das provas de 20 km marcha onde Inês Cabecinha foi oitava, a parte da tarde foi ocupada apenas com finais com Portugal a estar representado por Evelise Veiga no salto em comprimento (a partir das 19.05) e Irina Rodrigues e Liliana Cá, ambas no lançamento do disco (19.20).

Deixar Resposta