Evelise passou Mamona e Susana Costa

0
214

Foram nada menos de sete as melhores marcas nacionais do ano conseguidas neste frutuoso fim-de-semana, que teve como pontos altos o Campeonato do Mediterrâneo, no qual Portugal, com seis medalhas (1 de ouro, 2 de prata e 3 de bronze), ficou no 6º lugar do “medalheiro”, e os meetings espanhóis de Huelva e Salamanca. Em Jesolo (Itália), na competição mediterrânica para sub’23, Evelise Veiga esteve em grande plano, não só ao ganhar o salto em comprimento mas também ao ser segunda no triplo com um novo recorde pessoal de 13,65, que ficou como melhor marca nacional do ano… à frente de Patrícia Mamona (13,53) e Susana Costa (13,50), que certamente não demorarão a dar resposta. Também Frederico Curvelo fez sensação, ao conseguir duas vezes 10,37 (marca que lhe valeu a medalha de prata), menos dois centésimos que o tempo do anterior líder do ano, José Pedro Lopes. A terceira melhor marca nacional do ano (de ar livre) conseguida neste campeonato foi da autoria de Ivo Tavares, com 7,62 no comprimento, especialidade que, sem Marcos Chuva, está este ano muito equilibrada em termos de valores, prevendo-se grandes despiques entre Miguel Marques (7,68 em pista coberta) e Ivo Tavares (7,64 em pista coberta e 7,62 ao ar livre).

Em Espanha, Diogo Mestre esteve em foco no Meeting Ibero-Americano, em Huelva, na sexta-feira, melhorando para 50,88 nos 400 m barreiras, e Olímpia Barbosa (13,67 nos 100 m barreiras), Andreia Crespo (58,96 nos 400 m barreiras) e, com destaque especial, Tsanko Arnaudov (20,48 no peso) estiveram em foco em Salamanca, no sábado, com melhores marcas do ano. A época segue animada…

Entretanto, houve alguns portugueses a participar no Meeting de Genebra (Suiça), no sábado, com destaque para Vítor Ricardo dos Santos, 7º nos 400 m com 46,91, e Rivinilda Mentai, 5ª nos 400 m com 54,22. Em Vigo, no domingo, Eduardo Sá correu os 200 m em 21,69 (v:+1,7).

Melhores marcas nacionais do ano (ar livre):

MASCULINOS PROVAS FEMININOS
Frederico Curvelo SLB 10,37 100 m Lorène Bazolo SCP 11,53
Rafael Jorge SLB 21,25* 200 m Lorène Bazolo SCP 23,47
Vítor Ricardo Santos SLB 46,09 400 m Cátia Azevedo SCP 52,29
José C. Pinto SLB 1.49,26 800 m Marta Pen SLB 2.03,95
Paulo Rosário SCP 3.42,90 1500 m Marta Pen SLB 4.05,69
Eduardo Mbengani SLB 13.47,82 5000 m Inês Monteiro SCP 15.58,80
Samuel Barata SLB 28.24,85 10000 m Sara Moreira SCP 32.10,50
André Pereira SLB 8.39,19 3000 ob. Emília Pisoeiro RDA 10.14,62
Hélio Vaz SLB 14,42 110/100 b Olímpia Barbosa SCP 13,67
Diogo Mestre SLB 50,88 400 bar. Andreia Crespo SCP 58,96
Paulo Conceição SLB 2,13* altura Anabela Neto SCP 1,84
Edi Maia SCP 5.56 vara Marta Onofre SCP 4,20*
Eleonor Tavares SCP 4,20*
Ivo Tavares SLB 7,62* comp. Evelise Veiga SCP 6,54
Pedro Pichardo SLB 17,95 triplo Evelise Veiga SCP 13,65
Tsanko Arnaudov SLB 20,48* peso Jéssica Inchude SCP 17,46
Edujose Lima SCP 57,65 disco Irina Rodrigues SCP 62,37
António Vital Silva SLB 73,26 martelo Vânia Silva SCP 63,65
Leandro Ramos SLB 73,61 dardo Sílvia Cruz SCP 48,25
Pedro Ferreira SCP 6226 dec/hept. Lecabela Quaresma JV 5901
João Vieira SCP 1.22.06 20 km M Inês Henriques CNRM 1.29.15
Pedro Isidro SLB 4.11.25 50 km M Sandra Silva CFOD 5.08.13
Daniel Pinheiro Ag.A 2.17.57 maratona Salomé Rocha SCP 2.31.01
SL Benfica SLB 39,61 4×100 m Sporting CP SCP 44,91
SL Benfica SLB 3.10,12 4×400 m GD Estreito GDE 3.58,7*
* Melhores marcas em pista coberta:
Masculinos: 200 m – Carlos Nascimento (SCP) 21,25; altura – Victor Korst (SLB) 2,14; comp. – Miguel Marques (SCP) 7,68; peso – Tsanko Arnaudov (SLB) 21,27
Femininos: vara – Marta Onofre (SCP) 4,30;  4×400 m – Seleção Nacional 3.35,43

 

Deixar Resposta