Evelise Veiga (5ª) melhora no comprimento dos Jogos do Mediterrâneo

2
2361

Com um ensaio final a 6,61 (vento: +2,0), Evelise Veiga bateu por sete centímetros o seu recorde pessoal no comprimento dos Jogos do Mediterrâneo, terminando na 5ª posição, em igualdade com a quarta (perdeu por um centímetro no segundo melhor ensaio) e a sete centímetros do pódio. Excelente a atuação da atleta do Sporting, que bateu o seu próprio recorde nacional de sub’23, fez mínimo B para o Europeu e tem agora apenas Naide Gomes à sua frente na lista de sempre, com 7,12. Evelise fez sucessivamente 6,25 (+2,6), 6,55 (+1,8), 6,54 (+1,8), 6,20 (+1,5), nulo e 6,61 (+2,0). A prova foi ganha pela sérvia Ivana Spanovic, com 7,04 (+2,2), com um outro salto a 6,99 (+1,8), seguida das espanholas Juliet Itoya, com 6,83 (+2,6), e Fatima Diame, com 6,68 (+1,9).

Na final do peso, Francisco Belo foi 7º com 19,39 num dos apenas dois ensaios válidos. Triunfou Hamsa Alic (Bósnia), com 20,43.

Finalmente, em termos de finais com portugueses, Samuel Barata esteve longe do que vale nos 5000 m, tendo sido 11º (entre 14 concorrentes), com 14.14,93. Triunfou o marroquino Youness Essalhi, com 13.56,12.

Nas eliminatórias, os três portugueses que atuaram passaram à final: Andreia Crespo (3ª na sua série), com 58,82 nos 400 m barreiras, o melhor tempo nacional do ano (e o 6º tempo entre as 10 concorrentes); Diogo Antunes foi 2º com 10,68 e José P. Lopes 4º com 10,66 nas suas séries (ventos não indicados!), que tiveram um total de 14 participantes (Ancuiam Lopes não correu).

Nas outras finais do dia, a francesa Alexandra Tavernier ganhou o martelo, com 73,67, e o marroquino Soufiane El-Bakkali venceu os 3000 m obstáculos, em 8.20,97.

Na 2ª jornada, a realizar na tarde desta quinta-feira, Diogo Antunes e José Pedro Lopes correrão a final de 100 m (20.15 h portuguesas); Cátia Azevedo a dos 400 m (19.45 h), realizando-se ainda as finais diretas da vara (Eleonor Tavares e Marta Onofre) e disco (Irina Rodrigues e Liliana Cá). Haverá ainda as eliminatórias de 200 m masculinos (David Lima, Rafael Jorge) e femininos (Filipa Martins).

2 Comentários

  1. Chama-se Rafael Jorge e não Rafael Lopes.
    O Frederico Curvelo não irá participar nos 200m (não está na start list).

Deixar Resposta