Ex-atleta israelita Svetlana Gnezdilov acusada de dirigir uma rede de tráfico sexual

0
110

A ex-atleta israelita Svetlana Gnezdilov, de 51 anos, foi acusada de dirigir uma rede de tráfico sexual que supostamente trazia mulheres do estrangeiro para Israel com o objetivo da prostituição.

Gnezdilov nasceu na Ucrânia mas em 1996 emigrou para Israel. Foi especialista dos 60 e 100 m barreiras e do heptatlo e competiu nos Mundiais de 1999 e 2003, no Mundial de Pista Coberta de 2001 em Lisboa e nos Europeus de 2002 e 2006.

Svetlana-GnezdilovA ex-atleta foi presa há três semanas, juntamente com o seu marido e outras pessoas. Segundo a acusação, Gnezdilov dirigiu a rede de tráfico durante cinco anos numa série de apartamentos em Tel Aviv, a pretexto de oferecer serviços de massagens.

Segundo a acusação, cada prostituta atendia em cada turno entre um e 20 clientes. Gnezdilov negou as acusações numa audiência nesta última segunda-feira. “Não tenho nada que ver com esses bordéis”, disse. A ex-atleta reiterou que estava sendo acusada injustamente e que os centros foram utilizados para massagens médicas.

Deixar Resposta