Ex-treinador norte-americano de atleta olímpico é preso por abusos sexuais

0
472

O treinador Jimmy Lynch, conhecido em Nova York por treinar amadores de elite e profissionais, foi preso na última semana, acusado de abusos sexuais contra as suas atletas. Além disso, Lynch foi indiciado pelo uso não autorizado de um título profissional e prática não autorizada como fisioterapeuta e massagista.

Lynch é uma figura importante e conhecida no universo das corridas norte-americanas e chegou a treinar o atleta olímpico Meb Keflezghi.

Duas mulheres confirmaram à Polícia de Nova York os possíveis actos abusivos do treinador. No caso de uma delas, de 29 anos, Lynch teria abusado durante uma sessão de massagem, tocando nas suas partes íntimas sem a sua permissão.

Já a outra denunciante alegou que no final das massagens terapêuticas e das sessões de fisioterapia, ele a beijava no pescoço e a abraçava sem o seu consentimento.

Num depoimento para o Departamento de Polícia de Nova York, o advogado do treinador disse que ele nega todas as acusações e que irá combatê-las no tribunal.

Até ao dia do julgamento, ainda neste mês, Lynch está em liberdade supervisionada pelo tribunal de Nova York. Se for considerado culpado, ele pode apanhar uma pena de prisão entre um ano e três meses a quatro anos.

 

Deixar Resposta